top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

50 anos da Escola Superior de Saúde “contribuiu de forma significativa” para história de Viana

O Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, Luís Nobre, considerou hoje, na Sessão Solene comemorativa dos 50 anos da Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (ESS-IPVC), que “a história dos 50 anos da ESS-IPVC contribuiu de forma significativa para a história de Viana do Castelo”.




homem falando no palanque para uma plateia

“A Escola Superior de Saúde teve um papel absolutamente fundamental na literacia da saúde na cidade e no concelho, junto dos vianenses e das entidades”, declarou, afirmando que “estamos conscientes e queremos ser parceiros efetivos para que a sociedade vianense beneficie da presença desta escola que apresenta um ensino de excelência”.


Na sessão, foi ainda firmado o Protocolo de Cooperação no âmbito da definição e operacionalização de ações no domínio da promoção da saúde, entre o Município de Viana do Castelo e a Escola Superior de Saúde.

Assim, de acordo com o documento, compete ao Município assegurar o apoio logístico e/ou técnico necessário à Escola Superior de Saúde, conforme as necessidades apresentadas e a disponibilidade do Município, com vista à adequada prossecução dos objetivos e ações previstas no âmbito do protocolo; apoiar a divulgação dos resultados das investigações produzidas na área da saúde mental, promoção da saúde, qualidade de vida e bem-estar que permitam apoiar a definição de políticas municipais neste âmbito; garantir as condições e acompanhamento adequados à integração e desenvolvimento de estágios de natureza curricular e/ou profissional que possam ter enquadramento nos serviços e respostas municipais.


Já à Escola Superior de Saúde compete disponibilizar assessoria técnica especializada para a elaboração e concretização da Estratégia Municipal de Saúde, bem como de outros estudos que venham a ser considerados pelas partes como importantes para a definição de políticas municipais no domínio da promoção da saúde; contribuir com pareceres ou indicações de cariz técnico-científico para prossecução de políticas municipais no domínio da promoção da saúde, que derivem do desenvolvimento de outros estudos e investigações realizadas pela Escola Superior de Saúde, na área da promoção da saúde, qualidade de vida e bem-estar e que se possam constituir em ganhos para a saúde da população; apoiar a realização de atividades e intervenções no âmbito da promoção da literacia em saúde; facilitar o desenvolvimento de ações de capacitação em parceria, no domínio da promoção da saúde e da saúde mental, que venham a ser designadas.


Na cerimónia, o Presidente do IPVC, Carlos Rodrigues, afirmou que foram “50 anos de evolução da sociedade, das necessidades de cuidados de saúde, da resposta a essas necessidades, mas também das suas exigências perante os prestadores e o sistema”. “50 anos ao longo dos quais a agora ESS-IPVC soube exercer a sua responsabilidade de formar com excelência, como é por todos reconhecido”, vaticinou.

homem discursando no palanque para uma sala cheia de pessoas

Já a Diretora da Escola, Aurora Pereira, afirmou que a ESS-IPVC regista na sua génese a criação da Escola de Enfermagem, em 1973, sendo que em 2001 integrou-se no Instituto Politécnico e, em 2009, com a alteração estatutária, passou a designar-se de Escola Superior de Saúde.

mulher falando no palanque, com bandeiras atrás

“Ao longo deste trajeto, a ESS cresceu e desenvolveu-se de forma afirmativa, recriando-se e transformando-se, para melhor responder às mudanças sociais, económicas, políticas e profissionais, alargando a sua oferta formativa a outras áreas, qualificando o seu corpo docente e melhorando e ampliando as suas instalações, nomeadamente com o aumento e atualização dos espaços e equipamentos a nível dos laboratórios”, considerou.

público sentado, batendo palmas



0 comentário
bottom of page