top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

884 condutores "apanhados" a conduzir sob efeito do álcool durante a campanha "Taxa Zero ao Volante"

Entre os dias 17 e 23 de agosto, a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), a Guarda Nacional Republicana (GNR) e a Polícia de Segurança Pública (PSP) levaram a cabo a campanha de segurança rodoviária "Taxa Zero ao Volante", com o objetivo de alertar os condutores dos veículos para os riscos da condução sob a influência do álcool. Das 13.691 infrações registadas, 884 são relativas à condução sob o efeito do álcool.




condutor segurando uma garrafa de cerveja

De acordo com as Forças de Segurança, durante o período em que decorreu a campanha, foram sensibilizados 479 condutores e passageiros, a quem foram transmitidas as seguintes mensagens:

  • Com uma taxa de álcool no sangue de 0,5 g/l o risco de sofrer um acidente grave ou mortal duplica;

  • Os acidentes que decorrem da condução sob a influência do álcool são particularmente graves;

  • Conduzir sob a influência do álcool causa perturbações ao nível de aspetos cognitivos e do processamento de informação que acarretam, entre outros efeitos, uma menor capacidade e rapidez de decisão, aumento do tempo de reação e descoordenação de movimentos.

Durante as operações das Forças de Segurança foram fiscalizados presencialmente 48.909 veículos, tendo sido registado um total de 13.691 infrações, das quais 884 relativas à condução sob o efeito do álcool.


No período da campanha registou-se um total de 2694 acidentes, de que resultaram seis vítimas mortais, 63 feridos graves e 903 feridos leves.


Relativamente ao período homólogo de 2022, verificaram-se menos 23 acidentes, menos 8 vítimas mortais, menos 3 feridos graves e menos 56 feridos leves.


Os acidentes com vítimas mortais ocorreram nos distritos de Vila Real, de Braga, de Viseu, de Setúbal e de Évora.




0 comentário

Comments


bottom of page