top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

"Trilhos Ocultos" vai plantar uma árvore no PNPG por cada inscrição no evento desportivo


Entre Ambos-os-Rios, no concelho de Ponte da Barca, recebe dias 15 e 16 de outubro a 4ª edição do “Trilhos Ocultos”, num fim de semana repleto de desporto de montanha e atividades de aventura. Por cada inscrição no "Trilhos Ocultos" vai ser plantada uma árvore na área ardida do Parque Nacional da Peneda-Gerês (PNPG), que foi assolado por um incêndio este Verão.

Este ano, esta iniciativa voltará a contar com atividades ligadas aos desportos de montanha e aventura, o Canyoning, Stand Up Paddle, Trails e Caminhada sob a organização da Associação Cultural, Recreativa e Desportiva de Entre Ambos-os-Rios.


Para dia 15, o programa conta com uma descida do rio em Canyoning onde os participantes serão presenteados com as belíssimas paisagens e suas cascatas, ou em alternativa, Stand Up Paddle no espelho de água do rio Lima, Froufe e Tamente.


Para o dia 16, o programa segue com dois Trails de distâncias 30km e 18km de dificuldade e distância média, por trilhos praticamente desconhecidos da Serra Amarela, proporcionando aos participantes paisagens ímpares em elevações superiores aos mil metros convivendo em plena sintonia com fauna e flora local. Paralelamente, haverá também uma caminhada com 10km de dificuldade média também esta por trilhos esquecidos com o passar dos anos.


De acordo com a associação, "a elaboração do evento pretende proporcionar o acesso a atividades de montanha com baixo custo, o regresso ao desporto e a dinamização da freguesia como referência no desporto de aventura e de montanha."

Recorde-se que este ano, esta aldeia do Parque Nacional da Peneda-Gerês no concelho de Ponte da Barca foi assolada por um incêndio no dia 14 de julho tendo sido mesmo necessário proceder à sua evacuação, com cerca de 1.400 hectares ardidos, explorações agrícolas destruídas, atividades pecuárias afetadas. As populações viveram momentos de pânico e as consequências do incêndio foram devastadoras para a fauna e flora locais.


Por isso, a organização refere que "é necessário o quanto antes recuperar o ecossistema florestal que serve de habitat e de refúgio de animais selvagens, repor carvalhais, galerias retículas e bosques, igualmente habitats com relevância", e neste sentido, "de forma a contribuir activamente para minimizar o impacto dos incêndios a organização do “Trilhos Ocultos” plantará uma árvore por cada inscrição no evento contribuindo assim para a recuperação da floresta autóctone." Da sua parte é fácil! Basta inscrever-se: 1 Inscrição = 1 Árvore





0 comentário

Comments


bottom of page