top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Alunos de Turismo do IPVC em estágio na Flórida

Estágios profissionais têm a duração de oito meses, podendo ser renovados por igual período, até 3 anos. Novas candidaturas a decorrer.




jovem loira sorridente

O Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC) é a única Instituição de Ensino Superior do país que oferece estes estágios remunerados na Flórida (EUA) para alunos dos cursos de Turismo do IPVC. O projeto é desenvolvido desde 2018, em colaboração com a empresa Amplia, e já criou a possibilidade de estágios a 50 estudantes da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (ESTG-IPVC). Além do enriquecimento curricular, os estudantes têm, ainda, um vencimento atrativo e viagem e estadia pagas. Uma oportunidade única para quem acabou de concluir a licenciatura ou no âmbito do 2.º ano do Mestrado. Até esta sexta-feira, os alunos recém-licenciados (últimos dois anos) também se podem candidatar.


Partem à conquista das américas e regressam com futuro garantido. Nos últimos cinco anos, dezenas de alunos e ex-alunos da licenciatura em Turismo e do mestrado em Turismo, Inovação e Desenvolvimento, da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (ESTG-IPVC), tiveram a oportunidade de fazer um estágio extracurricular na Flórida, EUA.


"Trata-se de uma aposta clara na internacionalização e na formação contínua dos estudantes do IPVC, que adquirem competências no mercado turístico fora da Europa, viajando até um dos destinos mais procurados do mundo", realça o IPVC.


Até esta sexta-feira, os alunos recém-licenciados (últimos dois anos) também se podem candidatar e embarcar numa aventura que lhes poderá mudar a vida. Os novos estágios irão decorrer entre outubro deste ano e maio de 2024. Inscrições e mais informações em cfernandes@estg.ipvc.pt.


O protocolo existe desde 2018 e de lá para cá já beneficiaram de um estágio profissional num Country Club da Flórida 50 estudantes diferentes viajados do IPVC, "estando, neste momento, cerca de 30 alunos ou ex-alunos na Flórida", informa aquela instituição de ensino superior. O docente do curso de Turismo responsável por estes estágios, Carlos Fernandes, descreve o processo: "Os alunos são selecionados conforme o currículo que têm e após a realização de uma entrevista presencial por elementos do Departamento de Recursos Humanos do respetivo Country Club, com a colaboração da empresa Amplia, que prepara os alunos e auxilia na documentação junto da Embaixada."


"Ficam na Flórida cerca de oito meses, entre outubro/novembro e maio, podendo, depois, no verão, fazer um novo estágio mais a norte, em Nova Iorque, por exemplo, e voltar à Flórida para mais oito meses", acrescenta Carlos Fernandes. "A parceria existe há quatro anos, o que prova da qualidade formativa existente no IPVC. Aliás, mais de 50% dos estudantes recrutados a nível nacional são do Politécnico de Viana do Castelo, o que nos deixa muito satisfeitos".

Cada aluno pode ficar mais de um ano e meio nos EUA e somar experiências e a enriquecer o currículo. “Vivi 20 anos nos EUA, conheço bem a cultura local e as exigências do mercado turístico da atualidade em termos de qualidade e exigência e entendemos que esta seria uma oportunidade de os nossos alunos enriquecerem os seus currículos e a sua formação a nível multicultural, porque os nossos alunos e ex-alunos estão a trabalhar com uma realidade completamente diferente, como é o caso do turismo de luxo”, descreve, ainda, Carlos Fernandes.


Do IPVC partem para a Flórida, onde desempenham funções essencialmente na área hoteleira e de restauração, mas também na animação e em atividades de apoio ao desporto. Tudo mediante condições que são praticamente impensáveis na realidade nacional. “Têm um salário bastante atrativo, partem com visto por um ano, renovável até três anos, têm viagem e estadia pagas, com shuttle entre o alojamento e o clube. Defendem muito a ideia de que para um cliente estar satisfeito, o funcionário também tem de estar”, ressalva o docente do ESTG-IPVC. E a tudo isto somam-se experiências enriquecedoras e altamente distintivas, que tornam os alunos do IPVC muito procurados quer no mercado internacional, quer no nacional. “Atualmente, Portugal recebe muito turistas dos EUA e um hotel ter colaboradores que conhecem a realidade deles é fundamental”.


“Todos os dias aprendemos algo novo com o trabalho, para além de termos formações excelentes” - Sara Marçôa - licenciada em Turismo pelo IPVC

Mas, mais do que palavras, os exemplos são valorizados. É o caso de Sara Marçôa, que também teve oportunidade de fazer um estágio na Flórida depois de ter concluído a licenciatura em Turismo, na ESTG-IPVC. Trabalhou em dois restaurantes. “Todos os dias aprendemos algo novo com o trabalho, para além de termos formações excelentes. Aprendemos a crescer não só como profissionais, mas também como pessoas. Todos os dias é-nos dito, ‘não se esqueçam, o estudante torna-se o professor’, o que nos motiva para sermos ‘esponjas’, ou seja, para estarmos sempre atentos a tudo o que nos rodeia e a aprender mais e mais, para que um dia sejamos capazes de ensinar o próximo”.


Entusiasmada com a experiência vivida recentemente e as aprendizagens que juntou à sua bagarem curricular, Sara Marçôa sabe bem o que pretende fazer a seguir. Nova Iorque será o destino, antes de regressar à Flórida, onde espera tornar-se uma “returner” e ensinar quem, como ela, também não teve medo e decidiu agarrar o futuro.


Além da Flórida, existem outros destinos nos quais estudantes do IPVC realizam estágios, nomeadamente em França, na Suíça, na Holanda em cruzeiros, mas também Espanha, ou Irlanda. Trata-se de estágios de três meses, destinados a alunos a frequentar a licenciatura em Turismo.




0 comentário

Comments


bottom of page