top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Alunos do IPVC desafiados a apresentar ideias de negócios em projeto de empreendedorismo



Sessão de apresentação da 19.ª edição do Poliempreende decorreu esta tarde no auditório Professor Lima de Carvalho. Centenas de alunos do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC) foram desafiados a apresentar projetos inovadores, ideias de negócios e a desafiarem-se.

A apresentação desta edição do Poliempreende contou com a presença de quatro empreendedores, num Buzz promovido pela Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE), que pretenderam ser autênticas inspirações para os estudantes do IPVC.


“Arriscar, testar, falhar, lidar com o imprevisto, ser proativo, ter iniciativa, perceber as necessidades e desenhar planos de mudança e respostas. São competências fundamentais num empreendedor”. Foi desta forma que a Pró-presidente do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC) e coordenadora do projeto Link Me Up – 1000 Ideias, Teresa Gonçalves, deu início à sessão de lançamento da 19.ª edição do Poliempreende. "Trata-se da maior rede no panorama do empreendedorismo nacional no Ensino Superior Politécnico, que conta com 20 Institutos Politécnicos e outras Escolas de Ensino Superior Politécnico.", explica a nota de imprensa do IPVC.


A sessão aconteceu esta tarde, no Auditório Professor Lima de Carvalho, no IPVC, e juntou centenas de estudantes das seis escolas que comportam o Instituto Politécnico de Viana do Castelo.


Coordenadora do projeto Poliempreende no IPVC, a docente Sónia Carvalho apresentou a equipa de professores das várias Escola do Politécnico de Viana do Castelo que faz parte do projeto, “desafiando os alunos a desafiarem constantemente os docentes para arriscarem, numa lógica de criação constante de projetos inovadores e empreendedores”, refere citada na nota de imprensa.


Destinado a alunos, diplomados e professores, o Poliempreende afigura-se como uma oportunidade para inovar e encontrar solução para necessidades concretas: “A ideia de que bastaria uma licenciatura para se conseguir um emprego e, claro, um emprego que pagasse um salário adequado já não funciona bem assim. É preciso arriscar, enriquecer o currículo, construir empresas e, se possível, avançar para o registo de patentes, contribuindo para o fomento do empreendedorismo”, defendeu Sónia Carvalho.

A sessão contou, ainda, com a intervenção de Beatriz Souto, em representação da ANJE, que apresentou o programa Buzz Empreende, destinado a estudantes do Ensino Superior, dando exemplos de sucesso e apresentando perspetivas, formas e modelos e planos de negócios.


Sob o mote “Gostarias de realizar o teu futuro?”, os estudantes do IPVC puderam também contactar de perto com quatro empreendedores de sucesso: Tiago Rego desenvolveu o conceito “Ser empreendedor é uma atitude de superação de desafios” e Manuel Ramos, fundador da NELO, a maior empresa construtora de kayaks e canoas de alta performance do mundo, descreveu como um negócio pequeno se tornou num gigante mundial. Quem também subiu a palco foi a aluna da Escola Superior de Ciências Empresarias do Politécnico de Viana do Castelo (ESCE-IPVC), Luciana Silva, que apresentou “Eulália”, projeto vencedor da 8ª edição do concurso regional do Poliempreende e da primeira edição do concurso “Ideias Empreendedoras – Leaders for the Future”, tendo, anteriormente conquistado os jurados do Encontro Internacional de Jovens Empreendedores, que se realizou em Zamora, Espanha. A encerrar a tarde, a palavra foi dada a Jorge Oliveira, fundador da SiosLife, uma plataforma que visa contribuir para a inclusão social, criando mecanismo para os idosos terem acesso de forma simples, interativa e rápida a comunicação, assistência e entretenimento multiecrã.

Para quem começa um projeto ou desenvolve um plano de negócio, os prémios poderão afigurar-se como uma “mais-valia muito interessante”. Para os três primeiros classificados do concurso regional, os prémios variam entre os mil e os dois mil euros. Já os vencedores do concurso nacional, auferem entre três e dez mil euros.




0 comentário

Comments


bottom of page