top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Aplicação desenvolvida pela autarquia vianense permite à PSP georreferenciar acidentes em tempo real



A Câmara Municipal de Viana do Castelo e a Polícia de Segurança Pública (PSP) assinaram um protocolo que dá mais um passo na implementação de ferramentas tecnológicas que permitam resolver situações da sinistralidade rodoviária e reduzir impactos negativos no trânsito, foi hoje anunciado.

Em nota de imprensa, é referido que "a autarquia e a PSP estão a implementar uma aplicação" criada pelos técnicos de Sistema de Informação Geográfica (SIG) da Câmara Municipal "para georreferenciar, em tempo real, acidentes de forma a perceber-se melhor as suas causas para num futuro poder atuar no local e impedir a sinistralidade rodoviária ou mesmo para reduzir impactos negativos no fluxo de trânsito."

Citado no comunicado, o autarca, Luís Nobre, considera que se trata do impulso para “tornar Viana do Castelo uma cidade inteligente”, pelo que este protocolo se torna “virtuoso” ao unir a vontade das duas entidades, podendo potenciar-se para outras vertentes num futuro próximo.


Com o protocolo ontem firmado, no âmbito da Semana Europeia da Mobilidade, "a PSP tem agora ao seu dispor meios informáticos que vão tornar a comunicação entre as duas entidades mais fácil", refere o Município vianense. A aplicação desenvolvida pela Autarquia permite "tipificar e georreferenciar os acidentes em tempo real de forma a poderem ser feitos ajustes e tomadas medidas para evitar situações futuras.", descrevem.

De acordo com o comandante da PSP, Rui Conde, trata-se de implementar medidas de redução de sinistralidade rodoviária, facilitando o contacto entre entidades.

Também Luís Nobre fala em “objetivos comuns” num trabalho que pode e deve ser aprofundado na desmaterialização entre organismos e a relação com o cidadão. “Este é um protocolo virtuoso porque ajuda a planear sobretudo a segurança rodoviária”, declarou o autarca, sublinhando ainda que a tecnologia em tempo real é todo um “espaço novo de trabalho”.


Este é um primeiro passo visto que a tecnologia poderá incorporar outras ações e deverá evoluir para que “Viana do Castelo se torne uma cidade inteligente”.



0 comentário

Comments


bottom of page