top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Arcos de Valdevez: Consignada obra de melhoria das acessibilidades para pessoas com mobilidade condicionada desde a Ponte Nova até à Ponte do Toural

O Município de Arcos de Valdevez consignou a obra de melhoria das acessibilidades para pessoas com mobilidade condicionada, desde a Ponte Nova à Ponte do Toural, adjudicada à empresa Martins e Filhos, Lda., com um investimento global de 1,2 milhões de euros e financiada por Fundos Europeus.





homens e mulheres junto a uma estrada, numa vila

De acordo com o município, "esta intervenção irá promover da acessibilidade para pessoas com mobilidade condicionada no acesso e utilização do espaço público e valorizar os espaços de lazer e de atravessamento, conferindo-lhe uma utilização diversificada e acessível, nomeadamente para múltiplos eventos e atividades lúdicas."

 

Procurou-se privilegiar a ligação entre os principais pontos de circulação pedonal no centro urbano, intervindo nos percursos mais utilizados pelas pessoas, contribuindo para a dinamização das atividades económicas e sociais.


"Com a candidatura “ACESSIBILIDADE 360º”, propõe-se requalificar os percursos pedonais, tanto os que fazem parte da rede viária como dos interiores. Como a acessibilidade também implica segurança, compreensão espacial e conforto para todos, propõe-se a criação de um espaço mais fluido e com ausência de barreiras arquitetónicas físicas e visuais, pelo que a distribuição de caminhos e jardins é reorganizada e dotada de equipamento e mobiliário urbano acessível. Todos os passeios serão intervencionados, alargando as zonas de circulação pedonal, criando zonas de permanência mais confortáveis, nivelando as passadeiras com os passeios e assegurando a segurança pedonal no âmbito da segurança rodoviária", detalha a autarquia em nota de imprensa.


Esta obra pertence ao Projeto n.º 728 - Acessibilidades 360º - Melhoria das Acessibilidades no Espaço Público | Arcos de Valdevez, cofinanciada pelo Fundo Europeu, PRR - Programa Plano de Recuperação e Resiliência, integrado na “Componente 3 - Respostas Sociais, Investimento RE-C03-i02: Acessibilidades 360º” e com um Investimento Elegível de 936.615,28 € e Comparticipação Comunitária de 936.615,28 €.




0 comentário
bottom of page