top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Arquivo Municipal de Viana do Castelo tem disponíveis milhares de documentos para consulta on-line


Já se encontra on-line, disponível para consulta gratuita dos cidadãos, a página do Arquivo Municipal de Viana do Castelo. Segundo a autarquia, a plataforma tem já disponíveis para consulta alguns milhares de documentos, sendo constantemente alimentada e atualizada com nova informação.

Na página https://arquivo.cm-viana-castelo.pt/ está disponível um conjunto de informação variado, que inclui 2.000 postais, 1.600 fotografias e cerca de 300 livros de atas.


A página do arquivo municipal encontra-se, assim, dividida em secções, como Fotografia, Atas da Câmara Municipal e Arquivos Pessoais. Para consulta, em destaque, encontra-se uma Coleção de Postais, o Foral de Viana e uma Coleção de Iluminuras.


O Arquivo Municipal de Viana do Castelo é o primeiro do século passado e o segundo no contexto nacional, dado que o de Lisboa data de 1863, a disponibilizar a sua documentação ao público, desde 3 de novembro de 1912, agregado à Biblioteca Pública Municipal.


O seu documento mais antigo data de 1262 e corresponde a um pergaminho que regista a troca com o Bispo de Tui para a fundação de Viana.

"No seu valiosíssimo espólio possui dois documentos assinados por Fernão Lopes, patriarca dos nossos historiadores, guardador das escrituras do tombo e chaves delas, de quem se conhecem apenas vinte certidões por ele emitidas: 1437, Junho, 25, Lisboa - Treslado das Inquirições de 1258 referentes a Viana; 1437, Junho, 26, Lisboa - Treslado do foral que o rei D. Afonso III concedeu ao concelho de Viana.", especifica o Município vianense.


Júlio de Lemos (1878-1960) que dirige esta unidade administrativa e cultural entre 1911 e 1938, ordenou e catalogou cerca de 2.360 livros, testemunha que este arquivo é, entre os seus congéneres, um dos mais importantes do país, como reconheceu Herculano, quando por aqui passou em setembro de 1854 e dele levou para a Torre do Tombo documentos que não voltaram ao seu lugar.




0 comentário

Comments


bottom of page