top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Artbeerfest Caminha 2023 teve impacto económico de 5,6 milhões de euros

O Artbeerfest Caminha 2023 teve um impacto económico no concelho da ordem dos 5,6 milhões de euros. A conclusão é do estudo académico, independente e autónomo, realizado por investigadores da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) e do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC), hoje apresentado na Biblioteca Municipal de Caminha.




homens e mulheres numa palestra na biblioteca

O Presidente da Câmara, Rui Lages, agradeceu às instituições de ensino por esta investigação, que se centrou num evento-âncora, um festival da cerveja artesanal que traz para o concelho milhares de pessoas e projeta Caminha, salientando a importância desta informação, que valoriza o trabalho realizado e as apostas dos empresários locais e da Câmara Municipal.

presidente da Câmara conversando com empresários

Coube a Susana Rachão, docente e investigadora do Instituto Politécnico de Viana do Castelo – Escola Superior de Tecnologia e Gestão, Viana do Castelo, apresentar o estudo e partilhar também a forma como a ideia surgiu. Contou que, sendo ela própria cliente do Artbeerfest, considerou interessante conhecer de uma forma mais profunda e científica o festival e lançou a ideia, no seu centro de investigação (CETRAD – Centro de Estudos Transdisciplinares para o Desenvolvimento, Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Vila Real) da realização do estudo, envolvendo depois o CITUR (Centro de Investigação, Desenvolvimento e Inovação em Turismo).


A investigação deu origem ao estudo: “Artbeerfest Caminha 2023. Caracterização do comportamento do consumidor e avaliação dos gastos globais dos visitantes” e os autores são Susana Rachão, Goretti Silva, Carlos de Oliveira Fernandes, Veronika Joukes e Carla Ferreira. A investigação que deu origem a este relatório foi financiada por fundos nacionais através da FCT – Fundação para a Ciência e a Tecnologia, I.P., no âmbito do projeto UIDB/04011/2020.


Sendo essencialmente um estudo de impacto económico no comércio e serviços na Vila de Caminha/Concelho de Caminha durante o showcase/marca Festival Artbeerfest Caminha, foi realizado entre 13 e 16 de julho de 2023, e são muitas e interessantes as conclusões.


Desde logo, no capítulo sobre a caracterização do comportamento do consumidor e avaliação dos gastos globais dos visitantes, o estudo conclui que “em termos de impacto económico global, estima-se que a despesa global gerada pelo total estimado de turistas (13.230) foi cerca de 4.175.158,56 EUR, enquanto a despesa global gerada pelo total estimado de excursionistas (21.770) foi de cerca de 1.381.653,89 EUR, totalizando 5.556.813 EUR”, revela a autarquia após consulta ao documento.


Foi ainda possível apurar dados como o perfil dos visitantes do certame, proveniência, preferências e motivos que consideram mais atraentes no Artbeerfest, entre outros. 


O estudo reitera que “o Artbeerfest Caminha 2023 consolidou-se como um marco anual na promoção da cultura cervejeira, reunindo entusiastas e apreciadores num ambiente vibrante e acolhedor”. Considera pertinente, através deste estudo, concluir que: os frequentadores do certame são maioritariamente homens, jovens (média de 36 anos), solteiros, com mestrado e funcionários do setor privado; mais de metade vive em Portugal, com especial destaque para os distritos do Porto, Viana do Castelo e Braga; experimentar cervejas novas e diferentes é uma das principais razões para participar no festival; a maioria dos inquiridos já esteve presente numa ou mais edições do festival e, em média, permanecem dois dias. Por outro lado, a recomendação de amigos e familiares surge como principal meio de divulgação do evento, seguida das redes sociais; a maioria ficou na sua residência habitual (casa própria), e participou no festival em grupos de duas a quatro pessoas; a maioria é consumidor frequente de cerveja, e consideram que possuem bons conhecimentos sobre cerveja artesanal; o ambiente e a cerveja foram os atributos que os inquiridos mais apreciaram. Os turistas correspondem a 37,8% dos participantes, com um gasto médio de 315,58 EUR; os excursionistas correspondem a 62,2% dos participantes, com um gasto médio de 63,47 EUR; em média, os turistas gastaram 122,57 EUR em alojamento, optando pelo alojamento local (AL)/Airbnb, avaliando-se o impacto económico global gerado pelo Artbeerfest Caminha 2023 foi cerca de 5 600 000 EUR.

 

Otávio Costa, da OG & Associados (organização) comparou o estudo a um “termómetro” que permite avaliar múltiplas variantes do festival, mostrou-se agradado com as conclusões e sublinhou o facto de cerca de 80 por cento do orçamento do Artberfest ficar no concelho, em despesas com logística, alojamento e refeições dos cervejeiros participantes e outros envolvidos.

pessoas numa biblioteca a bater palmas

A edição do Artbeerfest Caminha 2024 já tem data marcada. O Festival de Cerveja Artesanal regressa a Caminha entre os dias 11 a 14 de julho. O evento, criado em 2013, inclui degustações, gastronomia, provas comentadas, master classes e labshops, animação de rua, concertos e performances. É organizado pela OG & Associados e pela Câmara Municipal de Caminha.



0 comentário

Comments


bottom of page