top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Artista monçanense Ricardo de Campos vence XIV Bienal de Pintura do Eixo Atlântico

Ricardo de Campos, artista de Monção, venceu a bienal de arte com a obra “O Corpo da Paisagem”, 115 cm x 115 cm, em acrílico e carvão sobre tela. O segundo lugar foi atribuído a Margarida Gomes, tendo Gonçalo Ribeiro vencido o Prémio Jovens Talentos Luso-Galaicos.





homem recebendo um diploma e prémio das mãos de outro

A abertura da XIV Bienal de Pintura do Eixo Atlântico, que recebe 30 obras de autor, selecionadas entre centena e meia de candidaturas, teve lugar ontem, em Lugo, numa cerimónia bastante participada que contou, entre outros, com a presença do Secretário Geral do Eixo Atlântico, Xoan Vasquez Mao.


A exposição ficará patente ao público na cidade de Lugo, até ao final deste ano. Em 2024, percorrerá várias cidades da Galiza e do Norte de Portugal, entre as quais, Braga, Bragança, Maia, Barcelos, Ribeira e Monforte de Lemos.

De acordo com a organização, a Bienal de Pintura do Eixo Atlântico tem como finalidade estimular a criação artística, possibilitando, adicionalmente, intercâmbio cultural, dinâmica criativa e proximidade entre os artistas do noroeste peninsular.

quadro com casas e uma ponte a ser construída
O artista participou com "O Corpo da Paisagem"

Natural de Monção, Ricardo de Campos (1977) tem Mestrado em Arte Contemporânea, pela Faculdade de Belas Artes de Pontevedra, e o Título de Especialista em Artes, pelo Instituto Politécnico de Viana do Castelo.


O Município de Monção felicita o artista pelo feito conquistado: "É com grande satisfação e orgulho que felicitamos o artista monçanense, Ricardo de Campos, pela conquista deste valioso prémio numa das bienais de arte mais relevantes do noroeste peninsular. Muitos parabéns, Ricardo."





0 comentário

Comments


bottom of page