top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Autarca de Viana defende investimento na literacia em torno do Vinho Verde para "acrescentar valor"

O Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, Luís Nobre, marcou hoje presença na sessão de abertura do seminário “Sustentabilidade nos Vinhos Verdes”, que integra os XII Encontros Vínicos do Vinho Verde e que acontece ao longo do dia na Sala Couto Viana da Biblioteca Municipal de Viana do Castelo.





ecrã com cartaz do evento, onde se vê um copo de vinho verde e uma taça com uvas

No seminário, o autarca referiu que este evento “é um privilégio” para o Município de Viana do Castelo, afirmando que “vamos continuar a ter grandes desafios, mas o concelho tem evoluído e tenho a certeza que os parceiros destes encontros têm sido decisivos para esta evolução”. “Temos, hoje, produtores muito mais preparados“, frisou.


“A sustentabilidade hoje é transversal e fundamental para a sociedade. Cada um de nós pode fazer toda a diferença neste processo. Este setor vitivinícola destaca-se em termos de sustentabilidade e economia circular, acrescentando valor”, considerou ainda.

homem discursando no palanque enquanto outros estão sentados a uma mesa
Luís Nobre - Presidente CM Viana do Castelo

Luís Nobre defendeu o investimento na “literacia” do setor, “desde a produção, à comercialização e ao consumo” em defesa “da sustentabilidade, acrescentando valor ao produto, ao território, ao turismo, à economia, à investigação, entre muito mais”.


Já o Presidente do Conselho Diretivo da Ordem dos Engenheiros – Região Norte (OERN), Bento Aires, afirmou que “aquilo que vamos fazer hoje, a partir de Viana do Castelo, terá como matéria o Vinho Verde, mas o vinho será apenas a cobaia no tubo de ensaio, mostrando que a engenharia está preparada para o futuro”. “Os nossos produtores vão vender mais e melhor se contarem com a engenharia ao seu dispor”, vaticinou.

homem de fato e camisa, discursando num palanque
Bento Aires - Presidente do Conselho Diretivo da Ordem dos Engenheiros – Região Norte

O Delegado Distrital da Ordem dos Engenheiros de Viana do Castelo, Vítor Correia, afirmou que estes Encontros Vínicos “são um exemplo claro do que é o século XXI, o século do conhecimento”, assegurando que a temática desta 12ª edição, a sustentabilidade dos vinhos verdes, “é um novo jargão que mostra a enorme importância da temática e que deve ser analisada de forma holística”. “Os desafios são a oportunidade para inovar, para conhecer e reconhecer o que de novo se faz em Portugal”, indicou.

homem de fato e gravata discursando num palanque enquanto outros estão sentados à mesa
Vítor Correia - Delegado Distrital da Ordem dos Engenheiros de Viana do Castelo

O Coordenador do Colégio de Engenharia Agronómica da OERN, Adelino Bernardo, considerou que “o setor agrícola tem sido precoce a lidar com a sustentabilidade”, afirmando que “estamos a par com o que de melhor se faz neste assunto”.

homem de fato e gravata discursando no palanque enquanto outros estão sentados à mesa
Adelino Bernardo - Coordenador do Colégio de Engenharia Agronómica da OERN

Já o Vogal da Direção da Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes (CVRVV), Rui Madeira Pinto, defendeu, no arranque dos trabalhos, que a sustentabilidade “é estratégica e temos de começar a agir já, para ter efeitos práticos no imediato”, referindo alguns dos problemas do setor, que incluem a falta de mão de obra e a falta de água.

homem de camisa e blazer bege discursando no palanque para uma plateia
Rui Madeira Pinto - Vogal da Direção da Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes

A Pré-Presidente do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC), Sofia Rodrigues, afirmou que o IPVC tem disponíveis, “considerando o setor vitivinícola e a sustentabilidade”, duas unidades de investigação que são “dois núcleos centrais” para a investigação aplicada que contribua para o desenvolvimento do território, o CISAS e o proMetheus.

mulher vestida de calças de ganga, blusa azul e casaco branco discursando no palanque enquanto homens estão sentados a uma mesa, a ouvir
Sofia Rodrigues - Pré-Presidente do Instituto Politécnico de Viana do Castelo

O Diretor Regional de Agricultura e Pescas do Norte (DRAPN), Luís Brandão Coelho, defendeu que este “é um setor que tem apresentado uma dinâmica enorme” e com consequências “importantes” na paisagem, referindo as 650 candidaturas para a reconversão de vinhas na região Norte, para uma área de 7.400 hectares, representado um investimento de 92 milhões de euros.

homem de fato e gravata discursando no palanque e outros sentados a uma mesa
Luís Brandão Coelho - Diretor Regional de Agricultura e Pescas do Norte

Entre 12 e 13 de maio, Viana do Castelo acolhe os Encontros Vínicos do Vinho Verde, que voltam a trazer para debate este vinho tão característico da região do Minho. Este evento é uma organização conjunta da Ordem dos Engenheiros – Região Norte (OERN), da Câmara Municipal de Viana do Castelo, da Delegação Distrital de Viana do Castelo e do Colégio de Engenharia Agronómica – Norte, com a colaboração da Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes e da Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Viana do Castelo.

homem discursando no palanque, mesa com oradores e público a assistir





0 comentário

コメント


bottom of page