top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Autarcas de Viana do Castelo visitaram a Assembleia da República

O Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, Luís Nobre, os Presidentes de Junta de Freguesia e Uniões de Freguesia e ainda a Presidente da Assembleia Municipal, na qualidade de representantes dos deputados municipais, estiveram na Assembleia da República no âmbito da Iniciativa “Jornadas pela Democracia”.




pessoas em frente à Assembleia da República, no pátio e na entrada

Esta foi a primeira ação do projeto “Jornada pela Democracia”, desenvolvido pela autarquia vianense com vista a contribuir para a revitalização da democracia, visando aproximar os eleitos locais das instituições políticas nacionais e europeias. A visita dos presidentes das Juntas e Uniões de Freguesia do concelho à Assembleia da República Portuguesa, ontem, "pretendeu mostrar o papel ativo de todos os cidadãos e em particular daqueles que a representam e por meio da qual exercem um papel de responsabilidade na sociedade, sendo que sobre os eleitos locais recai o respeito, a dignificação e a consolidação permanente do atual sistema democrático, que requer cuidado e atenção perante os desafios do mundo atual.", explica o Município de Viana do Castelo em comunicado de imprensa.


Na sua intervenção na “casa da democracia”, o autarca vianense sublinhou a importância de se falar em território e não em cidade “porque só assim se constrói um espaço com coesão territorial e social”, classificando os autarcas como “parceiros fundamentais”. Por isso, “nos últimos doze anos, o trabalho do executivo integrou um investimento superior a 97 milhões de euros na coesão territorial e 66 milhões de euros na educação, o que mostra os resultados deste trabalho conjunto”.


dois homens conversando enquanto caminham sobre um tapete vermelho
Luís Nobre com o deputado Tiago Brandão Rodrigues

Para o autarca, o trabalho autárquico também deve fazer-se deste tipo de iniciativas, tanto mais que os presidentes de Junta e Uniões de Freguesia têm um “papel fundamental enquanto agentes ativos do território”.



0 comentário

Comments


bottom of page