top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Beneficiação da EN 202 entre Guilhadeses, Tabaçô e Souto era uma obra “há muito esperada”

Foi inaugurada este sábado, 5 de agosto, a requalificação urbana da Estrada Nacional (EN) 202, que abrange as U.F. de Souto e Tabaçô e a U.F. de Guilhadeses e Santar, no concelho de Arcos de Valdevez.




pessoas junto a uma placa inaugurativa de requalificação de uma estrada

O investimento municipal na ordem dos 350 mil euros veio beneficiar a circulação rodoviária e aumentar a segurança rodoviária neste troço que abrange estas freguesias. Através desta via é melhorada a ligação ao Parque Empresarial de Mogueiras.


Depois das obras de melhoria das infraestruturas de água, saneamento, fibra ótica e da beneficiação do pavimento, a presente empreitada teve como objetivo a beneficiação das bermas e sobrelarguras numa extensão de cerca de 1,5 Km (U.F. Souto e Tabaçô e U.F. Guilhadeses e Santar), por forma a melhorar a mobilidade pedonal e segurança viária.

Esta obra faz parte de um grupo de mais de 20 intervenções que estão a ser executadas pela Câmara Municipal em várias freguesias. O Executivo tem como objetivo infraestruturar a passagem até à ponte em Sertã, melhorando toda a rede de saneamento e repavimentação. A estrada que liga a EN 202 à EN 101 “tem uma importância muito grande para o concelho, pois temos aqui uma infraestrutura que é um dos equipamentos desportivos de referência no nosso concelho [G.D. de Guilhadeses], mas também temos a ligação entre dois espaços industriais: este espaço que temos aqui nas Mogueiras e o espaço em Paçô, fora aquele espaço que a Câmara pretende também adquirir na Prova para fins industriais”, salientou o Presidente da Câmara Municipal, João Manuel Esteves, aquando da inauguração.

grupo de pessoas junto a uma placa de inauguração de uma estrada

Eugénio Fernandes, Presidente da U.F. de Guilhadeses e Santar indicou que “estas obras eram uma missão que União de Freguesias de Guilhadeses já tinha há muito tempo, e que, numa primeira fase já tínhamos feito a obra até próximo do limite com Tabaçô, e agora esta segunda fase, que hoje estamos a inaugurar, veio terminar o melhoramento das bermas e também das valetas, para dar mais segurança aos peões e aos automobilistas, uma vez que a requalificação ficou bem feita”, considerou. “Era uma missão que nós tínhamos há muitos anos, que foi concretizada hoje”, frisou o autarca.

homem num palco discursando junto a mais pessoas
Eugénio Fernandes - Presidente da U.F. de Guilhadeses e Santar discursando para os presentes

A U.F. de Guilhadeses e Santar está a instalar coletores de saneamento na EM 1317 em Santar, que vai servir cerca de 80% da freguesia, sendo que a parte de baixo da freguesia de Souto irá também beneficiar desta obra, “uma necessidade básica que tínhamos há muito tempo e que não existia”, referiu o Presidente da U.F., indicando que o investimento nessa empreitada ronda um milhão de euros. Vai ainda ser igualmente requalificada a rede viária, num investimento de cerca de cerca de 200 mil euros.

pessoas sentadas em cadeiras ao ar livre, assistindo ao discurso dos autarcas

Glória do Carmo Alves, Presidente da U.F. de Souto e Tabaçô, mostrou-se “satisfeita” com a obra, porque “ficamos sempre satisfeitos quando é para beneficiar os utentes, seja em que ramo for”, considerou, referindo que a obra agora inaugurada permite que os automobilistas tenham “maior visibilidade, e também para as pessoas que andam a pé, que se dirigem para a zona industrial das Mogueiras.” A autarca frisou que esta era uma obra “há muito esperada” e que é uma “mais-valia que vem beneficiar a população”.

pessoas num palco discursando para a população
Glória do Carmo Alves - Presidente da U.F. de Souto e Tabaçô discursando no palco




0 comentário
bottom of page