top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Câmara de Caminha desafiou Juntas de Freguesia a criar "Balcão SNS 24"



A Câmara Municipal de Caminha lançou recentemente o desafio às Juntas de Freguesia do concelho para a criação de uma "via verde" de acesso online ao Serviço Nacional de Saúde (SNS). Falamos do "Balcão SNS 24", um serviço de proximidade, facilitador para o utente do SNS menos preparado para o digital.

Este balcão que disponibiliza serviços como marcação de consultas, renovação de receituário, guias de tratamento ou acesso a resultados de exames poderá funcionar em breve no concelho de Caminha.


De acordo com o Município de Caminha, "já há adesões, para uma parceria que juntará Município, Juntas, SPMS – Serviços Partilhados do Ministério da Saúde, Agrupamentos de Centros de Saúde e as Administrações Regionais de Saúde."


A Câmara dá nota de que no passado dia 30 de janeiro, foi lançado um desafio aos Presidentes das Juntas de Freguesia do concelho de Caminha, pela Vereadora da Saúde e da Coesão social, Sandra Fernandes, que, aproveitando uma reunião com os autarcas das freguesias no âmbito da elaboração do Diagnóstico Social, convidou os presidentes das Juntas para, nas suas freguesias, criarem uma Unidade Balcão SNS24. Para a Vereadora, “o papel das Juntas de Freguesia é essencial, pelo serviço de proximidade que prestam aos cidadãos, que poderá estender-se deste modo à saúde, beneficiando sobretudo os cidadãos menos habilitados para lidar com o digital”, afirma Sandra Fernandes citada em nota de imprensa.

Na reunião estiveram presentes Carlos Ribeiro, em representação da ARS [Administração Regional de Saúde] Norte, e José António, por parte da ULSAM [Unidade Local de Saúde do Alto Minho]. Os responsáveis expuseram o modo de funcionamento e os critérios de adesão aos balcões SNS 24.


O Presidente da Câmara de Caminha, Rui Lages, encara este serviço com entusiasmo, enfatizando a importância no contexto do Município, que conta com uma parcela de população de idade avançada. “Será uma forma de assegurar um acesso mais eficiente e mais rápido aos serviços de saúde, evitando deslocações desnecessárias e poupando os cidadãos a um esforço que está, muitas vezes, à distância de um clique”.


Rui Lages sublinha também a segurança que o utente irá sentir, o impacto no seu bem-estar, sabendo que a sua Junta de Freguesia está disponível para o ajudar e mostra-se confiante na adesão dos autarcas das freguesias: “tenho a certeza de que o entusiasmo que eu sinto é um entusiasmo partilhado pelas Juntas, que conhecem bem os seus fregueses e estão sempre disponíveis para os ajudar. Desta vez não será diferente”, assegura.


O Balcão SNS 24 permite à população aceder mais facilmente a vários serviços digitais do Serviço Nacional de Saúde e resulta de uma parceria entre a SPMS, o Município, as Juntas de Freguesia, os Agrupamentos de Centros de Saúde e as Administrações Regionais de Saúde.


Os Balcões SNS 24 prestam apoio assistido ao cidadão, sobretudo a quem tem pouca literacia digital, sem acesso a equipamentos tecnológicos ou à Internet e a outros meios, condições ou competências necessárias para chegar remotamente aos serviços digitais do Serviço Nacional de Saúde.


Desta forma, contando com colaboradores habilitados, o apoio assistido ao cidadão é feito de forma eficiente, segura e mais próxima, através de dois acessos: por um lado, permitindo ao utente, com o suporte do funcionário do balcão SNS24, aceder à sua área pessoal do SNS. Da mesma forma, construindo um acesso mediado que possibilita ao funcionário do Balcão SNS 24 realizar, em nome do utente, ações como marcar/desmarcar/remarcar consultas, consultar resultados de exames e guias de tratamento, renovar pedidos de receituário, atualizar dados de informação do utente, etc.

Através do SNS 24 Balcão, as pessoas evitam deslocações e encontram um meio de acesso facilitado e próximo a vários serviços. O Município de Caminha adianta que "A adesão das Juntas de Freguesia será posteriormente formalizada através da assinatura dos protocolos e termos de adesão ao projeto Balcão SNS 24."





0 comentário

Comments


bottom of page