top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Câmara de Caminha duplica apoio financeiro mensal aos Bombeiros Voluntários

Proposta do Presidente da Câmara Municipal de Caminha, Rui Lages, deverá ser aprovada pelo Executivo, em reunião, esta tarde, a partir das 15h00. Até aqui, esse apoio, destinado a comparticipação para encargos com a manutenção das atividades, era de mil euros e passará, com esta decisão, para dois mil euros mensais, beneficiando as corporações de Bombeiros Voluntários de Caminha e de Bombeiros Voluntários de Vila Praia de Âncora.





O Protocolo anterior, aprovado em reunião de Câmara de 2014, prevê, na sua cláusula quarta, a "atribuição de um apoio financeiro mensal no valor de 1.000,00€ (mil euros) a cada Associação Humanitária de Bombeiros do concelho como comparticipação nos encargos com a manutenção da atividade dos respetivos Corpos de Bombeiros, nomeadamente na prestação de serviços à população e na proteção civil."


O Presidente da Câmara, Rui Lages, propõe agora a duplicação deste apoio e sublinha que, “apesar de todos os constrangimentos que são conhecidos, a obrigação de um autarca é gerir recursos, reforçando o apoio ao que é verdadeiramente importante para a comunidade. É indiscutível, e acredito que nenhum membro do Executivo discordará, que os nossos bombeiros serão sempre uma prioridade, mesmo quando os recursos são escassos. É esse o meu pensamento e o da minha equipa. Há prioridades, e os bombeiros são, para nós, essa prioridade”, afirma o autarca, citado em nota de imprensa.


Este incremento ao valor financeiro atribuído para o fim descrito na cláusula quarta do Protocolo, justifica-se, refere o Presidente na proposta, "quer pelo acréscimo de atividade, quer pelo acréscimo nas despesas de manutenção", dado que cada corporação de bombeiros passou a ter mais uma EIP (Equipa de Intervenção Permanente), e consequentemente mais despesas.


Do mesmo modo, o acréscimo quer de serviço de natureza operacional, quer em prevenções em eventos promovidos pelo município, deverá ser compensado com o créscimo da comparticipação nos encargos com a manutenção da atividade dos respetivos Corpos de Bombeiros.


O Protocolo atual não prevê nenhum procedimento específico para a alteração do mesmo, pelo que este procedimento passa pela alteração da cláusula quarta do Protocolo existente.


Assim, propõe-se que a Câmara Municipal delibere aprovar a alteração do teor da cláusula quarta do “Protocolo de Colaboração entre a Câmara Municipal de Caminha e as Associações Humanitárias de Bombeiros Voluntários do Concelho de Caminha”, passando a ter a seguinte redação: “Cláusula Quarta (Comparticipação para manutenção da atividade): “O Município dá, mensalmente, a cada uma das AHBV um apoio financeiro no valor de 2.000,0€ (dois mil euros), como comparticipação nos encargos com a manutenção das atividades dos respetivos Corpos de Bombeiros, nomeadamente na prestação do serviço à população e na Proteção Civil.”


De acordo com nota do município, na reunião de hoje, será ainda apreciado e votado, um Protocolo de Cooperação entre o Município de Caminha e o Alto Comissariado para as Migrações, I.P. para criação de um Centro Local de Apoio à Integração de Migrantes (CLAIM) em Caminha e a atribuição de subsídio à Junta de Freguesia de Gondar e Orbacém para apoio à 6ª edição do Trail do Pote. A reunião tem lugar às 15h00, na Biblioteca Municipal.





0 comentário

Comments


bottom of page