top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Câmara de Viana do Castelo cria fundo de apoio humanitário de 100 mil euros para povo ucraniano



O executivo municipal aprovou ontem, em reunião camarária, um Fundo de Apoio Humanitário ao Povo Ucraniano no valor de 100 mil euros. De acordo com a proposta apresentada pelo Presidente da Câmara, Luís Nobre, esta verba será utilizada para os apoios “que serão necessários a curto prazo, nomeadamente do plano de acolhimento”.


“A invasão do território da Ucrânia por parte das forças militares russas já mereceu, por parte do município, a nossa veemente condenação. Fizemos chegar ao Consulado da Ucrânia, no Porto, a nossa mensagem de solidariedade e uma clara manifestação de apoio que já estamos a operacionalizar. Temos a decorrer diversas ações de recolha de bens, organizando toda a logística acessória e salvaguardando o transporte desta importante ajuda humanitária para os seus destinatários”, lê-se na proposta.


É ainda referido que o Município envolveu também os agentes económicos que acreditam “terem um papel diferenciador nesta causa”. Foi recentemente criada uma rede com mais de três dezenas de empresas instaladas no concelho para agilizar a recolha de bens essenciais, alojamento e emprego para os refugiados ucranianos. A autarquia também já informou que Viana do Castelo está disponível para receber até 100 refugiados vindos da Ucrânia, em articulação com as autoridades nacionais.


A Câmara Municipal tem a funcionar um Centro Logístico no Antigo Pavilhão da AIMinho para que associações, instituições e grupos de cidadãos possam entregar bens recolhidos para apoiar a Ucrânia. Sobe o mote “os vianenses recolhem, o município entrega”, o espaço está de portas abertas até 12 de março, entre as 16h00 e as 18h00.


Entre as necessidades identificadas junto do Consulado da Ucrânia incluem-se medicamentos e outros produtos farmacêuticos, material médico e ortopedia, roupa e sapatos para mulheres e crianças, produtos de higiene para bebés, materiais tecnológicos e equipamentos de comunicações.


Nesta altura, Viana do Castelo conta com mais de 30 vagas para alojamento garantido por particulares e por Instituições Particulares de Solidariedade Social (IPSS).



0 comentário

Comments


bottom of page