top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Câmara de Viana do Castelo investe 650 mil € em DataCoLAB que pretende "impactar" cidade e concelho

O Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, Luís Nobre, marcou hoje presença na inauguração da sede do Data CoLAB - Laboratório Colaborativo para Serviços de Inovação Orientados para os Dados, espaço que o autarca considera que não será apenas uma incubadora de ideias, mas sim “um espaço de receção” que deverá “impactar a nossa cidade e concelho”.




homem de braços no ar, discursando num palanque para uma sala cheia de pessoas

“Este é um projeto holístico, que trabalha em rede, com ligação e projetos nacionais e internacionais”, indicou, afirmando que “temos que perceber este projeto e aquilo que pode impactar, já que pode desmaterializar os nossos dados e impactar todos os agentes económicos”.


Reconhecido como Laboratório Colaborativo pela Fundação para Ciência e a Tecnologia (FCT), este espaço visa a promoção e o exercício de iniciativas e atividades de Investigação e Desenvolvimento (I&D) orientadas para a criação de um ecossistema de inovação intersectorial, com vista à utilização de dados para redefinir a forma como produzimos, consumimos e vivemos, desde a geração e padronização de dados até à análise dos dados e desenvolvimento de ferramentas de apoio à tomada de decisão, garantindo a integridade e segurança dos dados ao longo de toda a cadeia de valor.


Alvo de um investimento de 4 milhões de euros, pretende contribuir para aprofundar o esforço de alargamento e consolidação da rede de instituições de interface entre o sistema académico, científico e tecnológico e o tecido empresarial português, garantindo o apoio necessário para potenciar o impacto destas na promoção do investimento em I&D e o investimento inovador nas empresas.

fachada de um edifício em tijolo de burro e pintado de vermelho
O DataCoLAB está situado no Parque Empresarial da Praia Norte

Composto por sete entidades multidisciplinares, o consórcio compreende as especificidades das diferentes cadeias de valor de dados, para desenvolver serviços específicos e iniciativas de inovação. Além das instalações em Viana do Castelo, o Data CoLAB conta ainda com escritórios em Coimbra e Lisboa.


Luís Nobre afirmou que Viana do Castelo “quer estar no processo fundamental de transição climática e energética e transição digital”, pelo que a autarquia investiu 1 milhão de euros em projetos de futuro, como este Data CoLAB e o Centro de Investigação e Desenvolvimento das energias offshore, a ser desenvolvido em parceria com o Instituto Politécnico de Viana do Castelo.

homem de fato discursando no palanque
Luís Nobre - Presidente CM Viana do Castelo

António Ferreira Dias, do Data CoLAB, afirmou que “pretendemos desenvolver muitos projetos de impacto”, sendo que a associação “está voltada para fora e quer trabalhar com todo os que estão no território, desenvolvendo o Alto Minho”. Assegurou que o laboratório colaborativo conta atualmente com 37 recursos humanos altamente qualificados, estando 24 destes em Viana do Castelo.

homem forte, careca, discursando no palanque
António Ferreira Dias - DatacoLAB

Sara Paiva, do Instituto Politécnico de Viana do Castelo, afirmou que este CoLAB “fará toda a diferença” e que será uma grande oportunidade para os alunos do IPVC, que “podem beneficiar do espaço, por exemplo durante os estágios”, defendendo que este projeto é importante para a fixação de empresas, para a fixação de talentos e para o desenvolvimento do território.

mulher falando para uma sala cheia de pessoas
Sara Paiva - IPVC

Já o Presidente da Comunidade Intermunicipal do Alto Minho, Manoel Batista, considerou este “um extraordinário projeto” que “terá o trabalho, a importância, a capacidade de alteração e mudança, a conquista de economia que é absolutamente fundamental para o Alto Minho”.

homem de fato discursando no palanque
Manoel Batista - Presidente CIM Alto Minho

Sofia Couto, da Agência Nacional de Inovação, lembrou que existem atualmente 41 laboratórios colaborativos a nível nacional e afirmou que o Data CoLAB vianense foi aprovado em 2021 “e em tão pouco tempo” já demonstrou grande capacidade de trabalho.

mulher jovem discursando no palanque para uma sala cheia
Sofia Couto - ANI



0 comentário

Comments


bottom of page