top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Câmara de Viana e GAF estabelecem protocolo de cooperação para reforçar projeto da equipa "IR+"



O Presidente da Câmara de Viana assinou hoje um protocolo de cooperação e apoio financeiro entre o Município de Viana do Castelo e o GAF – Gabinete de Atendimento à Família para reforçar o projeto de proximidade e de apoio aos consumidores de substâncias psicoativas na área da Redução de Riscos e Minimização de Danos executado pela Equipa de Rua “IR+”.


Desde 2002 que o Gabinete de Atendimento à Família (GAF) tem atuado como entidade promotora e executora dos projetos financiados pelo Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências (SICAD). Uma das valências da entidade refere-se ao projeto de apoio aos consumidores de substâncias psicoativas executado pela Equipa de Rua “IR+”, com candidatura aceite pelo SICAD para o seu financiamento. Esta intervenção tem-se consubstanciado como uma resposta fundamental de primeira linha na atuação e intervenção na área da coesão social e prestação de cuidados de saúde do território vianense e, nos últimos anos, este programa tem exigido a prestação de mais respostas, uma vez que, em consonância ao problema das adições e das dependências, acentuaram-se problemas do foro mental e social”, refere o documento.


Nesse sentido, o protocolo agora firmado visa dar resposta a uma necessária e específica intervenção para o concelho de Viana do Castelo junto de utentes “com consumos de heroína e sem critérios para integrar o programa estruturado de tratamento, maioritariamente do género masculino, sem projeto de vida do ponto de vista laboral e sem suporte e/ou retaguarda familiar, denominado - Programa de Substituição Opiácea de Baixo Limiar de Exigência (PSOBLE)”.

A execução deste programa carece de especificidades muito próprias ao nível dos recursos humanos, materiais e financeiros. Assim, o Município de Viana do Castelo reconhece a importância do papel desempenhado pelo GAF no domínio da sua missão e pretende assumir o papel de investidor no programa, apoiando o reforço de recursos humanos técnicos e especializados do Programa de Substituição Opiácea de Baixo Limiar de Exigência, a iniciar em abril de 2022.


"Esta plataforma de cooperação permitirá reforçar a equipa PSOBLE com um técnico superior da área social e um prestador de serviços de enfermagem, disponibilizando a autarquia um apoio financeiro no valor de 3.500 euros mensais por um período de 12 meses, podendo o protocolo ser renovado.", refere o Município.



0 comentário

Comments


bottom of page