top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Câmara Municipal de Viana do Castelo oferece ambulância de socorro aos Bombeiros Voluntários



Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Viana do Castelo (AHBVVC) conta, atualmente, com seis ambulâncias de transporte de doentes, sendo que existe a necessidade de renovar a frota. O novo veículo, integralmente pago pelo município vem, assim, beneficiar a frota dos bombeiros sediados no centro da cidade.


O Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, Luís Nobre, e o Vereador da Promoção da Saúde, Ricardo Rego, visitaram hoje a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Viana do Castelo, no âmbito da oferta, por parte do município, de uma nova ambulância de transporte de doentes (ABTD) para ajudar a renovação da frota de emergência da corporação.



A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Viana do Castelo está prestes a completar 141 anos de existência. Fundada a 15 de maio de 1881, os Bombeiros Voluntários de Viana do Castelo surgiram depois de, em 23 abril do mesmo ano, um grande incêndio ter deflagrado num armazém de enxofre que continha 1016 sacas daquele produto e uma porção de urze seca, que servia para a estivagem de navios.


Conforme a história dos Bombeiros Voluntários descreve, ao grande incêndio de abril de 1981 “compareceu a Companhia de Bombeiros Municipais com os respectivos aparelhos, quase todo o Regimento de Infantaria 3, muitos guardas da fiscalização externa, e outras pessoas que, sob as ordens imediatas das autoridades, também presentes, principiaram a combater o incêndio, que ameaçava tomar enormes proporções”, mas “os vapores do enxofre a arder espalharam-se de maneira tal que sem o risco de asfixia fulminante ninguém se podia aproximar”.


Assim, no dia 29 daquele mês, vários cavalheiros da cidade, a fim de combinarem nos meios a adotar para a organização de um corpo de bombeiros voluntários, reuniram-se na casa da Associação Comercial”. Depois, no dia 15 de maio, pelas 11 horas, realizou-se nas instalações do Liceu (hoje Escola Pluricurricular de Santa Maria Maior) uma reunião, que foi presidida pelo Governador Civil, Boaventura José Vieira. “Foi apresentado o projeto de estatutos, que foi aprovado, e logo ali foi aberta inscrição de sócios das diversas categorias em que se dividia a Associação”. Seguidamente procedeu-se à eleição da Direção e Comando, ficando assim constituídos, como Presidente, Boaventura José Vieira, e, como 1.º Comandante, Randolpho Rosmiro Correa Mendes.




0 comentário
bottom of page