top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Caminha: Órgãos Sociais da Associação de Municípios da Serra d'Arga tomaram posse

A assembleia geral da Associação de Municípios da Serra d’Arga reuniu ontem, em Dem, no concelho de Caminha, para eleger e instalar os seus órgãos sociais, designadamente a Mesa da Assembleia e o Conselho Fiscal.




A sessão foi provisoriamente dirigida por Ventura Cunha. A seguir à votação, os dois órgãos foram instalados, estando a associação agora em condições de iniciar formalmente o seu trabalho, cumprindo-se também o calendário previsto.


A reunião decorreu no final da tarde, no Centro Cultural de Dem, onde fica também a sede da associação, em instalações cedidas pela Junta de Freguesia. Rui Lages, Presidente da Câmara Municipal de Caminha e que assume também a liderança no primeiro ano da associação, propôs que fosse Ventura Cunha a liderar inicialmente os trabalhos.

homens sentados vendo outro discursar no palanque
Ventura Cunha deu início aos trabalhos

Depois da projeção de um pequeno vídeo, que expressa toda a beleza e potencialidade da Serra d’Arga, cumpriram-se as formalidades e seguiram-se as votações, tendo sido apresentada, para ambos os órgãos, apenas uma lista. A lista “A” recolheu, nos dois casos, sete votos a favor e duas abstenções.

pessoas sentadas visualizando um vídeo projetado na parede

A Mesa fica assim constituída: Presidente: Cláudio Rodrigues Coelho - Município de Vila Nova de Cerveira; Vice-Presidente: José Emílio da Rocha Antunes Viana - Município de Viana do Castelo e Secretário: Hugo Bezerra Afonso - Município de Caminha.

três homens sentados à mesa, com bandeiras dos municípios ao lado
Mesa eleita

Quanto ao Conselho Fiscal é presidido por Maria de Fátima Carvalhosa Lopes - Município de Ponte de Lima; Vogal: António Moreira Rego - Município de Viana do Castelo e ainda como Vogal: Renato Heitor Correia Domingues - Município de Vila Nova de Cerveira.


Como é sabido, as assembleias municipais de cada município da associação indicaram três elementos por forma a ser constituída a assembleia geral, tendo sido assim possível convocar esta primeira reunião. Os membros representantes das Assembleias Municipais são: Ventura Rodrigues Cunha - Município de Caminha, José Manuel Franco Cunha - Município de Caminha, Carlos Alberto Coelho Matos Pinheiro - Município de Ponte de Lima, Custódio do Nascimento Rodrigues Fernandes - Município de Ponte de Lima, Carlos Alberto Cerqueira Gonçalves - Município de Ponte de Lima, José Paulo Coelho do Órfão - Município de Viana do Castelo, Filipe Alexandre Martins Vintém - Município de Viana do Castelo, Carla Maria Caetano Amorim Torres - Município de Vila Nova de Cerveira e Cristina Sofia Martins - Município de Vila Nova de Cerveira.


A composição do Conselho Executivo já era conhecida. O Presidente é Rui Miguel Rio Tinto Lages – Presidente da Câmara Municipal de Caminha; Vice-Presidente: Vasco Nuno Magalhães Velho de Almeida Ferraz – Presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima; Vogal: Joaquim Luís Nobre Pereira – Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo e Vogal: Rui Pedro Teixeira Ferreira da Silva – Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira.


Como referiu já Rui Lages, e cumpridos agora os passos formais, "o grande desafio é a formalização da Paisagem Protegida Regional da Serra D’Arga." A associação, constituída oficialmente no dia 28 de janeiro deste ano, "vai trabalhar em prol da Serra d’Arga, na sua defesa, proteção, conservação e na realização de estudos."

homem discursando no palanque
Rui Lages - Presidente da Câmara Municipal de Caminha

“A Serra d’Arga constitui uma das áreas mais emblemáticas do Alto Minho, não só pela vastidão das paisagens agrestes do seu topo, mas também pela singularidade dos seus valores naturais. Nos pontos mais altos da serra, dominados por imponentes maciços graníticos, existem áreas naturais de pastagem de rara beleza onde ocorrem diversos tipos de matos numa matriz de pastagens com uma diversidade florística notável. Nestes matos e prados alimentam-se cabras, vacas e garranos, coexistindo no mesmo ecossistema do lobo, que tem aqui uma das populações mais próximas do litoral. Perto das pitorescas aldeias que se desenvolvem a transição para o xisto, existem campos de cultivo, lameiros e bosques naturais, atravessados por diversas linhas de água. Outrora, estes rios e ribeiros forneciam a energia aos moinhos, que ainda se podem observar, e onde se fazia a moagem dos cereais cultivados nos campos”. (in Serra d'Arga (serradarga.pt) )




0 comentário
bottom of page