top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Caminha promove "Programa ColorADD nas Escolas" com rastreios do daltonismo



A Câmara Municipal de Caminha está, a partir de hoje, a promover o "Programa ColorADD nas Escolas". O objetivo é contribuir para a integração social dos alunos com dificuldades na identificação de cores, em particular os portadores de daltonismo.


O daltonismo, ou cegueira da cor, discromatopsia ou discromopsia é uma limitação que afeta cerca de 350 milhões de pessoas em todo o mundo, um em cada 10 homens e uma em cada 200 mulheres. Alguém com visão normal pode identificar e distinguir 150 tons de cores diferentes, no entanto, no daltónico este número começa a cair à medida que tem menos possibilidades de criar misturas de cores. Esta limitação de condição hereditária é transmitida através do cromossoma X e cria ao seu portador daltónico grandes constrangimentos ao nível da integração social e profissional.


O Programa ColorADD nas Escolas é mais um projeto inovador que o Município de Caminha vai proporcionar aos alunos do concelho de forma gratuita com o objetivo de alertar para esta causa, contribuindo para uma Escola Inclusiva e promovendo a deteção precoce do daltonismo na infância. Este projeto inclui sessões de esclarecimento sobre o daltonismo e rastreios do daltonismo por optometristas e vai abranger 643 alunos do Agrupamento de Escolas do Concelho de Caminha, ou seja, os alunos do 3.º e 4.º ano do primeiro ciclo e os alunos do 6.º, 9.º e 12.º anos.


Estruturado em seis ações que se complementam entre si, o programa inclui ações de sensibilização cujo objetivo é uma maior consciencialização para o problema do daltonismo; “Ver e Sentir as Cores” que permite o contacto com a visão daltónica, sentir os seus constrangimentos e experienciar a diferença; Kit ColorAdd Aluno; rastreios do daltonismo que consiste diagnóstico precoce de daltonismo e bibliotecas ColorAdd.

No caso de Caminha vão ser dinamizadas as ações de sensibilização para os alunos do 3.º e 4.º ano do primeiro ciclo e os alunos do 6.º, 9.º e 12.º anos e o rastreio do daltonismo que vai abranger os alunos do 3.º e 4.º ano.

Neste sentido, a partir desta segunda-feira, vai realizar-se o rastreio precoce do daltonismo e da acuidade visual, por forma a identificar situações desconhecidas e, desta forma, poder ser feito um acompanhamento para prevenir o insucesso e abandono escolar precoce, baixas autoestima e autoconfiança, situações de bullying, entre outras. Após este rastreio inicial os casos sinalizados serão encaminhados para serviços de especialidade para exames complementares de diagnóstico.

As sessões de sensibilização sobre o daltonismo têm como objetivo sensibilizar os alunos abrangidos pelo programa para a questão do daltonismo, bem como para todos os constrangimentos e dificuldades que podem advir desta limitação não-visível para a sociedade.



0 comentário

Comments


bottom of page