top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Caminho da Geira apela à transparência no processo de homologação dos itinerários

A comissão instaladora da Associação Transfronteiriça do Caminho da Geira e dos Arrieiros (ATCGA) apelou no sábado, 15 de abril, às entidades da Galiza e de Portugal responsáveis pela homologação dos caminhos de Santiago que atuem de “modo a promover uma maior transparência dos processos e equidade entre as diferentes candidaturas”.




homens e uma mulher segurando uma lona com "Camiño da Geira e dos Arrieiros" em frente a uma casa

Nesse sentido, os peregrinos presentes na reunião, realizada em A Estrada (Galiza), solicitam “a divulgação pública oficial do nome dos caminhos em estudo e que sejam analisados sob um ponto de vista histórico, com critérios de avaliação bem definidos e objetivos”.


“A publicação oficial simultânea do resultado dos processos de homologação, explicitando quais os itinerários oficializados, bem como dos dossiês de avaliação das candidaturas, nomeadamente os de informação histórica”, é outro pedido que a ATCGA faz às autoridades galegas e portuguesas.


A comissão instaladora solicita ainda que “tenham em conta a opinião das associações de peregrinos e de apoio a peregrinos”, no âmbito do trabalho que está a ser desenvolvido pelos municípios.

homens posando em frente a um edifício na Galiza

Noutra área, os participantes na reunião elegeram por “unanimidade” José Manuel Almeida, presidente da Junta de Freguesia da União de Freguesias de Caldelas, Sequeiros e Paranhos, no concelho de Amares, para presidente da ATCGA.


José Manuel Almeida ficou incumbido de encontrar um modelo para a direção da associação, que “tem de incluir cidadãos portugueses e galegos”, e de o apresentar numa futura reunião da comissão instaladora para “discussão e aprovação”.


CAMINHO DA GEIRA E DOS ARRIEIROS

O Caminho da Geira e dos Arrieiros começa na Sé de Braga e passa pelos municípios de Amares, Terras de Bouro e Melgaço, entrando na Galiza pela Portela Homem. Nos últimos seis anos foi percorrido por mais de três mil peregrinos, um terço dos quais em 2022; sobretudo de Portugal e Espanha, mas também de Itália, Inglaterra, Alemanha, Croácia, Ucrânia, Rússia, Polónia, Brasil, EUA, Austrália ou Países Baixos.

Este itinerário foi apresentado em 2017 em Ribadavia (Galiza) e Braga, reconhecido pela Igreja em 2019 e em publicações da associação de municípios transfronteiriços Eixo Atlântico (2020) e do Turismo do Porto e Norte de Portugal (2021), e foi um itinerário oficial da Peregrinação Europeia de Jovens do Ano Santo Jacobeu 2021/22.

peregrino caminhando com uma mochila às costas



0 comentário

Comments


bottom of page