top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Campanha "Taxa Zero ao Volante" : 899 pessoas "apanhadas" a conduzir sob o efeito do álcool

A Campanha de Segurança Rodoviária Taxa Zero ao Volante, da responsabilidade da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), da Guarda Nacional Republicana (GNR) e da Polícia de Segurança Pública (PSP), decorreu nos dias 31 de outubro a 6 de novembro. Dos veículos fiscalizados foi registado um total de 11.271 infrações, das quais 899 relativas à condução sob o efeito do álcool.




homem bebêdo a conduzir

Mais uma vez, a campanha teve como objetivo alertar os condutores dos veículos para os riscos da condução sob a influência do álcool.


De acordo com comunicado das Forças de Segurança, "no âmbito desta campanha foram fiscalizados presencialmente 51.874 veículos, tendo sido registado um total de 11.271 infrações, das quais 899 relativas à condução sob o efeito do álcool."


No período desta campanha, acrescentam as autoridades, "registou-se um total de 2816 acidentes, de que resultaram 3 vítimas mortais, 32 feridos graves e 742 feridos leves.

Relativamente ao período homólogo de 2022, verificaram-se 2697 acidentes, 9 vítimas mortais, 30 feridos graves e 750 feridos leves."


Na campanha “Taxa zero ao volante” foram sensibilizados 173 condutores e passageiros, a quem foram transmitidas as seguintes mensagens:

  • Com uma taxa de álcool no sangue de 0,5 g/l o risco de sofrer um acidente grave ou mortal duplica;

  • Os acidentes que decorrem da condução sob a influência do álcool são particularmente graves;

  • O álcool diminui o campo visual, provocando a chamada visão em túnel. Esta perda de capacidades, bem como as alterações de comportamento que podem levar a estados de euforia e de desinibição, aumentam de forma muito significativa o risco de envolvimento em acidentes rodoviários.

Esta foi a décima das 11 campanhas de sensibilização e de fiscalização planeadas no âmbito do Plano Nacional de Fiscalização de 2023. Até ao final do ano será realizada mais uma campanha, no final de novembro, com ações de sensibilização e de fiscalização.


De acordo com as Forças de Segurança, "destas dez campanhas que decorreram este ano, foram realizadas 51 ações, durante as quais mais de 3700 pessoas foram sensibilizadas presencialmente. Quanto a ações de fiscalização, o número de condutores fiscalizados presencialmente foi superior a 498 mil e cerca de 10,4 milhões de veículos foram fiscalizados através de radares."


"A sinistralidade rodoviária não é uma fatalidade e as suas consequências mais graves podem ser evitadas através da adoção de comportamentos seguros na estrada", reforça.




0 comentário

Comments


bottom of page