top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Centro para a Valorização de Resíduos da UMinho arranca com Roadshow nacional de inovações

Iniciativa do CVR - Centro para a Valorização de Resíduos sensibiliza empresários a adotarem novas tecnologias que melhoram o processo produtivo. "DemoDays" arranca amanhã em Guimarães.




ElectroKinBarrier - demonstração da tecnologia de descontaminação de solos

O Centro para a Valorização de Resíduos (CVR) da Universidade do Minho inicia esta quarta-feira um roadshow nacional para divulgar inovações que podem ser transferidas para as empresas. A iniciativa chama-se “DemoDays” e arranca precisamente no CVR, no campus de Azurém, em Guimarães. A abertura é às 9h30, havendo depois a apresentação do projeto Wast’Awareness e de tecnologias de remediação eletrocinética de solos, construção verde, eco-extração de produtos, waste-to-energy e recuperação de metais.

O programa inclui ainda duas palestras sobre apoios à I&D, uma tertúlia que dá voz aos industriais e, de tarde, há visitas aos laboratórios e demonstrações das tecnologias. O roadshow prossegue a 7 de março no Instituto Superior de Engenharia do Porto e a 27 de março no Instituto Politécnico de Portalegre, entre outras datas.

mulher vestida de bata branca testando aparelhos
Eco-extração de produtos

"Os “DemoDays” visam transmitir e quantificar as melhorias significativas das novas tecnologias no processo produtivo, para que empresários e demais interessados as possam aplicar, desenvolver ou comercializar em setores estratégicos da indústria, como agroalimentar, têxtil, calçado, extração, mineração, metalomecânica, metalúrgica, gestão de resíduos e tratamento de águas.", explica a UMinho em comunicado de imprensa. No evento estão presentes investigadores, professores e consultores, o que estimula o networking e as parcerias com empresas, associações e clusters.

programa do evento, mostrando os horários e oradores
Programa do DemoDay de 1 de março

A iniciativa insere-se no projeto Wast’Awareness - Transferência de Tecnologia na Valorização de Resíduos e Sustentabilidade, financiado com 387 mil euros pelo Compete/Portugal 2020, Programa Operacional Competitividade e Internacionalização e Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional. Neste âmbito, "o CVR quer promover ações de demonstração das tecnologias, para atestar as vantagens de investir em atividades intensivas de I&D". Os interessados em realizar provas de conceito podem também enviar email para geral@cvresiduos.pt.

Criado há 20 anos, o CVR é incontornável na valorização de resíduos no sudoeste europeu. Reconhecida como Centro de Tecnologia e Inovação (CTI), esta instituição de utilidade pública e interface da UMinho tem 86 associados de distintos ramos, 18 colaboradores permanentes e parcerias com 20 universidades e centros científicos de vários países. Participou em cerca de 70 projetos, a maioria deles com forte ligação ao mercado, como aplicar cascas de ovo para tratar efluentes, recuperar metais de valor a partir de lamas, criar a ecoetiqueta europeia do azeite, aproveitar energeticamente resíduos de PVC e qualificar estratégias de negócio das PME do setor. Tem o site www.cvresiduos.pt.




0 comentário

Comments


bottom of page