top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Cerveira: Adjudicado concessionário para criar hostel no edifício da Antiga Pousada da Juventude

Já é conhecido o adjudicatário da concessão de exploração do edifício da antiga Pousada da Juventude em hostel, por um período de 30 anos. ‘Prazer da Natureza, Hotel Resort & Spa Unipessoal Lda’ foi o único candidato a apresentar proposta ao concurso público aberto pela Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, e cuja adjudicação foi aprovada pela comissão designada, após avaliação da respetiva documentação, informou hoje a autarquia.




edifício com fachada branca e telhas laranja

Neste momento, relembra a autarquia, numa nota de imprensa, "o edifício, com uma área total de 410m2, encontra-se sem qualquer utilização, e com necessidade de intervenção estrutural, quer a nível interior quer exterior", o que, de acordo com as condições de concessão aprovadas, "será da inteira responsabilidade do concessionário, respeitando algumas das condicionantes previamente delineadas, de forma a salvaguardar um património edificado de referência."


Assim, com o compromisso de iniciar as obras necessárias até dezembro de 2024, "o concessionário apresentou 1.550 euros de renda mensal, ligeiramente acima do preço base solicitado em concurso público", revela o Município de Vila Nova de Cerveira na mesma nota. Trata-se de uma empresa com investimentos consolidados na área hoteleira, nomeadamente com um aldeamento turístico de quatro estrelas no concelho vizinho de Caminha, "primando por uma respeitosa integração do empreendimento no contexto patrimonial", frisa.


De relembrar que o icónico edifício, localizado no centro histórico de Vila Nova de Cerveira, acolheu, ao longo de quase duas décadas, a Pousada de Juventude, com cerca de 50 camas, entretanto desativada em 2008, com a entrada em funcionamento da nova Pousada da Juventude, resultante da adaptação e ampliação da antiga escola primária de Vila Nova de Cerveira. Posteriormente, o edifício acabaria por ser convertido na República das Artes, uma residência para estudantes de arte, e, ultimamente, albergava um espaço expositivo a cargo da Associação Projeto – Núcleo de Desenvolvimento Cultural.





0 comentário

Comments


bottom of page