top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Cerveira celebra S. Martinho com magusto tradicional



A Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira vai promover, no próximo dia 13 de novembro, um Magusto aberto a toda a população. A iniciativa, de participação livre, está agendada para as 15h00, no Terreiro (Centro Histórico).

Será num ambiente de grande animação, com castanhas, vinho verde, concertinas, folclore e cantares ao desafio, que a Vila das Artes vai recriar a tradição e assinalar o S. Martinho.


O Dia de São Martinho


Tradicionalmente, a 11 de novembro, em várias partes do mundo, celebra-se o Dia de São Martinho, associando fogueiras, castanhas, água-pé e procissões.


Nascido na Hungria por volta do ano 316, São Martinho de Tours foi um soldado romano que, depois de receber o batismo e renunciar a milícia, fundou um mosteiro em Ligugé, França, onde seguiu a vida monástica. Mais tarde, recebeu a ordem sacerdotal e foi eleito bispo. Faleceu a 8 de novembro de 397. A lenda mais conhecida indica que Tours encontrou-se com um mendigo durante uma tempestade de neve e, com a sua espada, cortou o seu manto ao meio para partilhar com o pedinte e resguardá-lo da chuva. Nessa mesma noite, Martinho sonhou com Jesus Cristo vestido com a metade da sua capa e que, apontando para um grupo de anjos, lhe disse: "Foi São Martinho catecúmeno quem me agasalhou".


Em Portugal, a data é comummente associada à celebração da maturação do vinho do ano, sendo tradicionalmente o primeiro dia em que o novo vinho pode ser degustado. É tradição fazer-se um grande magusto, castanhas assadas sob as brasas da fogueira (às vezes figos secos e nozes), e beber-se uma bebida alcoólica local chamada água-pé, resultante da adição de água ao bagaço da uva, ou jeropiga (um licor doce obtido de forma muito semelhante, que inclui ainda aguardente).



0 comentário
bottom of page