top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Cerveira quer construir Auditório Municipal por 2,1 milhões de euros



Concurso Público "Cerveira - Palco das Artes" receberá os primeiros eventos culturais no verão de 2023. Auditório polivalente terá capacidade para 408 lugares.


Está a decorrer, até 11 de março, o período de entrega de propostas para a execução da empreitada pública ‘Cerveira – Palco das Artes’, num investimento base de 2.1ME. A intervenção, a desenvolver-se na praça superior do Mercado Municipal, confrontando com o edifício do Palácio da Justiça e a Praça da Galiza, consiste na construção de um grande auditório polivalente com capacidade para 408 lugares (com oito destinados a pessoas com deficiência motora). Este espaço de receção multicultural de excelência da ‘Vila das Artes’, no Alto Minho, deverá estar concluído a tempo de promover um verão 2023 verdadeiramente memorável, adianta o município de Vila Nova de Cerveira.



O Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, Rui Teixeira, sublinha que se trata de “dar continuidade a um projeto do Partido Socialista interrompido em 2013. À data, significaria que Vila Nova de Cerveira envergaria o maior palco cultural fechado de todo o distrito de Viana do Castelo”. O autarca cerveirense acredita que, “apesar de oito anos de atraso, a execução deste projeto integrou o programa eleitoral e em apenas quatro meses de governação já é mais um compromisso em curso. Com este auditório vai ser possível implementar uma estratégia de captação de turismo e de agendamento de eventos para todo o ano, e não só durante a época de verão, contribuindo para uma maior atratividade. Em Vila Nova de Cerveira falta inovação cultural e queremos recuperar isso, e este é um grande passo”.



Volvida mais de uma década da remodelação da cobertura do Mercado Municipal, e considerando o desenvolvimento concelhio nas diversas vertentes, o novo executivo municipal de Vila Nova de Cerveira quer ver nascer uma nova geração de equipamentos culturais, que deem resposta às necessidades culturais do concelho, com recurso a mais tecnologia, integrando a transição digital e fomentando a inovação. O objetivo é assegurar a sua polivalência através da atividade multicultural em todas as suas especificidades, da música clássica ao jazz, do teatro à dança, da ópera à literatura, da arquitetura ao cinema, mas também um espaço que se apresente como um centro para a realização de conferências, palestras e reuniões profissionais de âmbito nacional e internacional.

A presente empreitada enquadra-se no Plano de Ação de Reabilitação Urbana de Vila Nova de Cerveira (PARU), submetida a uma candidatura ao Programa Operacional Regional do Norte (PO NORTE 2020) no âmbito do aviso n.º NORTE-16-2021-25, e cujo concurso público foi publicado na passada sexta-feira, 18 de fevereiro, no Diário da República, com um preço base de 2.165.885,00 € e o prazo de execução de 365 dias.





0 comentário
bottom of page