top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Jovens convidados a debater o futuro do Alto Minho no Fórum Participativo da Juventude

"Vamos reinventar o Alto Minho" é o repto lançado pela Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho) aos jovens do território, entre os 16 e os 30 anos, para envolvê-los no Fórum Participativo da Juventude, que se realiza no próximo sábado, dia 24 de junho, na Biblioteca Municipal de Viana do Castelo.




cartaz do evento com crianças de mochila às costas

Com a presença de destacadas personalidades, como o Presidente da Assembleia da República, Augusto Santos Silva, o evento visa proporcionar um espaço de discussão e reflexão sobre o valor da região para os jovens, abordando temáticas que promovam o seu desenvolvimento pessoal, social e profissional, e incentivem a sua participação ativa na construção do futuro do Alto Minho.

Manoel Batista Calçada, Presidente do Conselho Intermunicipal da CIM Alto Minho, fará a sessão de abertura, juntamente com Carlos Rodrigues, Presidente do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC), e Vítor Pataco, Presidente do Conselho Diretivo do Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ).

Durante o fórum, serão discutidos temas relevantes para a juventude, com a participação de ex-alunos do Alto Minho que se destacaram a nível nacional e internacional em diversas áreas. Entre os convidados estão Joana Moscoso, da Native Scientist, Ricardo Conde, da Agência Espacial Portugal, Zara Quiroga, da Lisbon Foodguide, e Manuel Barbosa Pereira, aluno de mestrado em Finanças da Nova School of Business and Economics, distinguido com o Prémio Professor Jacinto Nunes concedido anualmente pelo Banco de Portugal aos alunos com a melhor classificação na licenciatura em Economia. A conclusão dos trabalhos ficará a cargo de Augusto Santos Silva.

O programa completo e o formulário de inscrição estão disponíveis no site da CIM Alto Minho em www.cim-altominho.pt. A inscrição é obrigatória dado o número limitado de vagas.



0 comentário

Comments


bottom of page