top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

CIM Alto Minho disponibiliza documento estratégico com indicadores-chave do território do Alto Minho



A informação apresentada abrange diversos domínios temáticos, da demografia, à economia e a temas sociais, passando ainda pelo ambiente.

A Comunidade Intermunicipal do Alto Minho (CIM Alto Minho) acaba de lançar um dashboard (também conhecido como painel de informações ou painel de gestão) com dados estatísticos e informação relevante de caracterização do território do Alto Minho.

Realizado no âmbito da construção da “Estratégia Alto Minho 2030”, "este documento permitirá apoiar a CIM Alto Minho no planeamento da sua atividade e na estruturação técnica e financeira de candidaturas a submeter aos diversos programas operacionais e temáticos e programas de cooperação territorial do novo ciclo de programação europeia.", refere aquela entidade em nota de imprensa.

Ainda de acordo com a CIM, "por outro lado, esta importante ferramenta poderá ser utilizada como suporte aos trabalhos técnicos ou científicos desenvolvidos por alunos, professores, investigadores, gestores, etc.", encontrando-se disponível para consulta no site da CIM Alto Minho, no separador “Documentos Estratégicos”, com a designação “Dashboard sub-regional Alto Minho 2030”.

A informação apresentada abrange diversos domínios temáticos, da demografia, à economia e a temas sociais, passando ainda pelo ambiente. "Ao reunir num mesmo suporte este conjunto de indicadores-chave do território, a CIM Alto Minho procura promover e partilhar o conhecimento sobre o Alto Minho, e, simultaneamente, melhorar a resposta às entidades e particulares que regularmente solicitam informação estatística sobre diversas temáticas regionais.", concluem.


O dashboard conta, ao longo de 177 páginas, com os temas: "Alto Minho: mais social e inclusivo"; "Alto Minho: mais competitivo e inteligente"; "Alto Minho: mais verde e resiliente"; "Alto Minho: investimentos 2014-2020".



0 comentário

Comments


bottom of page