top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Classificação de 44 "Lojas Memória" de Viana do Castelo em fase de discussão pública

Está a decorrer a fase de discussão pública da classificação e distinção de 44 “Lojas Memória” de Viana do Castelo. O projeto visa distinguir estabelecimentos comerciais e unidades de cafetaria, restauração e similares que se destacaram pela sua singularidade e pelo reconhecido valor que têm e pela forma como contribuem para a identidade do Município e qualidade da paisagem social e económica de Viana do Castelo.


Classificação de 44 "Lojas Memória" de Viana do Castelo em fase de discussão pública
Classificação de 44 "Lojas Memória" de Viana do Castelo em fase de discussão pública

A proposta apresentada pelo Vereador do Desenvolvimento Económico, Luís Nobre, foi aprovada por unanimidade pelo executivo camarário e está agora em discussão pública, por 30 dias.


Como “Lojas Memória”, são propostas a garrafeira Pérola da China, a empresa de eventos Santoinho, as lojas de artesanato / não especializadas Casa Sandra, Casa Valença e A Tenda.


São ainda distinguidas as ourivesarias Venâncio Sousa, Freitas e Carvalho. As pastelarias Manuel Natário, Dantas & Irmãos, A Brasileira, Padaria do Souto, Leitaria do Carmo e Zé Natário também constam da lista, bem como os cafés Mirante, Girassol e Café Neves.

Os restaurantes Casa d’Armas, Viana Mar, Náutico, A Tasca do Necas, Espigueiro, A Regional, Laranjeira, Café Sport, Casa Primavera – Taberna Soares, Camelo, Taberna do Valentim, Tasco do Morte, Tasca da Alice e Maria de Perre também integram os comércios e negócios assinalados.


A Barbearia Vianense, Salão Gama Cabeleireiros, a Roriz Fotógrafos, a Belfoto, a casa de artigos religiosos Casa Santa Luzia, a Farmácia Central, os Móveis Rufo, a funerária Tilheiro, a drogaria Magalhães & Ribeiro da Silva, Lda., a papelaria Loja da Esquina, a mercearia Casa Azevedo, a Florista Bandeira e a Electro-Minho.


Recorde-se que, em janeiro de 2019, o Município aprovou por unanimidade o regulamento municipal que definiu os critérios de atribuição da classificação "Loja Memória" às casas comerciais com interesse histórico, cultural ou social.


A Câmara Municipal de Viana do Castelo reconhece assim a importância do comércio, restauração e atividades similares e associações como elementos distintivos e diferenciadores da cidade, assumindo o compromisso de dinamizar ações tendentes a apoiar a preservação e valorização de estabelecimentos reconhecidos como de valor coletivo.

A classificação foi orientada por fatores distintivos - lojas que comercializam produtos de excelência, que mantenham a mesma atividade há 50 ou mais anos, que constituam espaços de referência artística ou arquitetónica, que adquiram especial relevância na história da cidade, enquanto lugar de acontecimento histórico, por ser a única resistente num determinado tipo de atividade ou por ser referência na linguagem comum dos residentes.


O projeto "Lojas Memória" prevê ainda a criação de circuitos de visitação e a atribuição de benefícios fiscais ou outro tipo de apoios municipais para que, em situações de dificuldade, os estabelecimentos não encerrem ou possam ser transmissíveis a outras gerações ou entidades.


A criação de “Lojas Memória” conta com o apoio da Associação Empresarial de Viana do Castelo (AEVC) e da Associação Portuguesa de Hotelaria, Restauração e Turismo (APHORT).


0 comentário

Comentarios


bottom of page