top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Concluída primeira fase de obras no Centro Interpretativo de Soajo



A criação do Centro Interpretativo do Soajo compreende duas fases: uma de obras de adaptação do edifício e outra de montagem do espaço/exposição, num investimento global de cerca de 160 mil euros. A primeira fase, relativa à empreitada Centro Interpretativo do Soajo - Alteração e adaptação funcional de edifício, está terminada.


A primeira fase de empreitada teve por objetivo a alteração e adaptação funcional do edifício, para vir a albergar o Centro Etnográfico do Soajo. Localizada no Largo do Eiró, no edifício que albergou a Casa da Câmara, esta primeira intervenção do Centro Interpretativo e Etnográfico de Soajo foi consignada por 73.197,61 € (com IVA) e possibilitou a recuperação da estrutura do edifício.

O piso inferior manteve-se de apoio, com instalação sanitária de acesso público, e zona de arrumos e armazenagem. O piso superior foi reorganizado e adaptado ao centro etnográfico, compartimentado com pequeno backoffice e espaços de exposição infraestruturados para receber os conteúdos temáticos do projeto.


Segue-se agora a fase da montagem das exposições temáticas que irão promover o legado histórico e etnográfico de Soajo, através de um discurso interpretativo que seja acessível a escolas, turistas e à própria comunidade local.

Esta segunda fase foi adjudicada por cerca de 80 mil euros e compreende a criação de conteúdos sobre a História, o Território e a Etnografia, que serão comunicados através de uma multiplicidade de meios, assentes no multimédia, vídeos, objetos e painéis interpretativos.


A Operação “NORTE-06-3928-FEDER-000184- Qualificação das Experiências de Touring Cultural do Minho - Centro Etnográfico de Soajo / Arcos de Valdevez”, é cofinanciada pelo FEDER, Programa Operacional Norte2020, Portugal2020, Eixo Prioritário 6 – Emprego e Mobilidade dos Trabalhadores, e conta com um Investimento Elegível de 151.275,55€ e Comparticipação Comunitária de 128.584,22€.


Através deste investimento, a Câmara Municipal de Arcos de Valdevez pretende valorizar e promover o vasto e rico património cultural de Soajo, bem como reforçar a sua identidade local e atrair visitantes, dinamizar o comércio, a restauração e o turismo.



Commentaires


bottom of page