top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Embaixadora da Austrália visitou Viana do Castelo

A embaixadora da Austrália em Portugal, Indra McCormick, esteve em Viana do Castelo para uma visita de trabalho, tendo sido recebida e acompanhada pelo Presidente da Câmara Municipal, Luís Nobre. A diplomata esteve nas empresas Corpower e Ocean Winds antes de ser recebida na Câmara Municipal, onde foi apresentada a dinâmica do concelho e ainda os diversos investimentos quer na economia azul, quer no que toca ao tecido empresarial e industrial do concelho.




mulher cumprimentando um homem com um aperto de mão

Interessada nas empresas ligadas à economia do mar, a embaixadora visitou a Corpower e a Ocean Winds, ambas instaladas em Viana do Castelo e diretamente ligadas às novas tecnologias da economia azul. A Corpower Ocean é uma empresa sueca que está a testar o poder das ondas para gerar energia elétrica em Viana do Castelo, naquela que é uma tecnologia inovadora chamada "Wave Energy Converter" (WEC, ou conversor de energia das ondas, em português). Trata-se de um enorme dispositivo flutuante e ancorado ao fundo do mar, que usa a forte ondulação dos oceanos para produzir eletricidade e injetá-la na rede elétrica, através de um cabo submarino.

dois homens e uma mulher junto a um balão azul enorme usado na produção de energia elétrica

Já a Ocean Winds é o resultado de uma joint venture em 2019 entre a EDP Renewables (EDPR) e a ENGIE, que trabalham a energia eólica offshore e cujo primeiro parque eólico flutuante está situado em Viana do Castelo - o projeto Windfloat Atlantic, um projeto pioneiro, com 3 turbinas, as maiores do mundo na época, com capacidade de 8,4 MW cada recorrendo a uma tecnologia inovadora para permitir a exploração do potencial eólico no mar, em profundidades superiores a 40m.

homens e mulheres numa empresa mexendo em dispositivos elétricos e computadores

Depois, Indra McCormick esteve na Câmara Municipal, onde agradeceu a hospitalidade e onde acordou uma eventual missão de embaixadas durante os meses de verão para conhecer a indústria vianense, conhecida pela sua diversidade, desde o papel, passando pela metalomecânica, pela construção naval, pela indústria automóvel, passado pelo turismo e pela economia do mar.


Na sua intervenção, o autarca Luís Nobre salientou a “economia muito diferenciada de Viana do Castelo” e apresentou ainda o regime de incentivos para a fixação de novos investimentos. Já a embaixadora sublinhou o interesse dos negócios australianos na economia azul, assim como salientou o facto de ter duplicado o número de turistas australianos em Portugal em apenas um ano.

homem e mulher segurando um quadro com um coração de Viana



0 comentário

Comments


bottom of page