top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Empreitada de 666 mil € vai transformar antiga Escola de Vilarinho no CACI de Vila Praia de Âncora



A Câmara Municipal de Caminha adiantou hoje que a obra do futuro Centro de Atividades e Capacitação para a Inclusão (CACI), em Vila Praia de Âncora, com um prazo de execução de 24 meses, já está no terreno e vai dar nova vida à antiga Escola de Vilarinho. Investimento superior a 666 mil euros vai também criar mais de uma dezena de postos de trabalho.

O imóvel foi cedido pela Câmara Municipal de Caminha à Associação de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM) de Viana do Castelo, "permitindo assim criar uma nova valência no concelho."


De acordo com nota de imprensa do Município de Caminha, o futuro CACI - Centro de Atividades e Capacitação para a Inclusão terá, em Vila Praia de Âncora, capacidade para 30 utentes e vai criar 12 postos de trabalho.



Para o Presidente da Câmara Municipal, Rui Lages, que ontem esteve no local para acompanhar os primeiros trabalhos, “é um orgulho voltarmos a dar vida à antiga escola de Vilarinho, com uma valência estruturante e muito necessária para o nosso território”, refere, citado em nota de imprensa.


Esta é, ao mesmo tempo, "uma forma de valorizar o património, recuperando um imóvel que estava fechado e degradado, sem qualquer utilidade, captando um vultuoso investimento para a freguesia de Vila Praia de Âncora e para o concelho de Caminha", como sublinhou ainda Rui Lages.


Abre-se agora um novo capítulo para a velha escola e para o concelho, "dando razão à Câmara Municipal", refere a mesma nota, "que defendeu e concretizou a cedência do imóvel, embora nem sempre a decisão tenha sido compreendida, sobretudo em termos políticos.", frisam.


O investimento é financiado através do programa PARES 3.0 em 557.720,00 euros, sendo o valor da empreitada de 666.107,44 euros. A obra vem, como referido, requalificar um imóvel que estava devoluto e degradado, colocando-o ao serviço da população e das famílias de pessoas com deficiência mental, colmatando também uma lacuna no concelho.



0 comentário

Comments


bottom of page