top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Ex-aluno do IPVC vence prémio da Associação Empresarial de Portugal

Carlos Mello, cofundador da MainGUILTY, licenciou-se em Design do Produto, na Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (ESTG-IPVC). Acaba de vencer o prémio “Speed Up”, lançado pela Associação Empresarial de Portugal.




dois jovens segurando um cheque no valor de 5 mil euros

A MainGUILTY, empresa fundada por Carlos Mello, antigo aluno da licenciatura de Design do Produto, da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Viana do Castelo, e do colega, Luís Leão, acaba de vencer o prémio “Speed Up”, lançado pela Associação Empresarial de Portugal.

A marca de mobiliário, um projeto lançado há cerca de um ano e meio, que tem como propósito combinar a arte e o design em peças de mobiliário e decoração, levou a concurso a Anthea Console, peça desenvolvida inteiramente em cortiça e conquistou os jurados, valendo-lhe mais um prémio nacional no currículo.

O prémio “Speed Up” traduz-me “num boost importantíssimo”, afirma Carlos Mello, citado em nota do IPVC, com impacto que vai muito além do prémio monetário de cinco mil euros. “Estamos a falar de um conjunto de quatro jurados com experiência, renome e conhecimento do mercado nacional e internacional, de onde se destaca Tim Vieira”, que ficou conhecido como um dos “tubarões”, no programa Shark Tank. O “Speed Up” recebeu 200 projetos, foram selecionados 25 e saíram vencedores seis.

Licenciatura tirada no Politécnico de Viana do Castelo fez toda a diferença

Ao longo de todo o processo, Carlos Mello e Luís Leão beberam da experiência e dos conselhos dos jurados, através de um processo de mentoria, usado para o desenvolvimento de um plano de negócios, de um plano financeiro e de um plano de marketing e de comunicação. “É muito gratificante ver que o nosso projeto foi um dos seis vencedores”. Além do reconhecimento, significa, acrescenta o jovem de Paços de Ferreira, que “a MainGUILTY tem viabilidade e está no caminho certo”.

A MainGUILTY já lançou mais de 100 produtos completamente distintos e tem merecido uma aceitação crescente do mercado, especialmente do médio oriente, embora a MainGUILTY tenha já também chegado a Londres, Milão e EUA.

Natural de Paços de Ferreira, Carlos Mello escolheu Viana do Castelo e o IPVC para fazer a sua formação. Licenciou-se em Design do Produto, pela Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Politécnico de Viana do Castelo, e defende que a praticidade do curso e a elevada relação entre o mundo académico e o tecido empresarial têm feito a diferença no percurso profissional de Carlos Mello.

MainGUILTY inserida no ANA.VI GOUP, grupo que recruta talentos no Politécnico de Viana do Castelo

A MainGUILTY é uma das empresas inseridas no ANA.VI GROUP, grupo de empresas que abrange as mais variadas áreas – da construção civil ao mobiliário, da comunicação ao marketing, do retalho alimentar à moda, da tecnologia à formação e do desenvolvimento pessoal à arte – e que foi criado por seis jovens formados na ESTG-IPVC.

Hoje, e de forma “a retribuir tudo o que o IPVC lhes deu, estes jovens empresários pretendem recrutar para as suas empresas os melhores talentos do Politécnico de Viana do Castelo”. É esta, de resto, “a grande particularidade do ANA.VI GROUP”, ser criada por jovens formados no IPVC e recrutar apenas no IPVC, com a certeza dos talentos que são criados nesta instituição de ensino superior público.





0 comentário

Comments


bottom of page