top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Festival IKFEM regressa à Eurocidade Valença-Tui, de 20 a 25 de julho

Os 400 metros que unem Portugal a Espanha, através da Ponte Internacional Valença-Tui, serão palco da abertura oficial do Festival IKFEM - International Keyboard Festival & Masterclass, na próxima sexta-feira, dia 21, às 18h00, com uma mostra criativa de várias disciplinas que vão da música à moda, passando pelo artesanato, fotografia, magia, dança, arte e gastronomia.




homens e mulheres posando para a foto junto ao mupi e mesa com cartaz do festival

Resultado da open call IKFEM CRIATIVA, os 40 projetos selecionadas – entre os mais de 70 inscritos – foram apresentados esta segunda-feira, no Parador de Tui, pela diretora do festival, Andrea González e os parceiros, entre eles o Presidente da Câmara de Valença, José Manuel Carpinteira.


Recorde-se que o Festival IKFEM começa na quinta-feira, dia 20, com um espetáculo visualmente atraente e musicalmente cativante. "Em pleno rio Minho, um piano flutuante será tocado por Delphine Coutant, que se define como uma trovadora do século XXI. A obra “Dois sistemas solares” conta ainda com Daniel Trutet (violoncelo) e Jenny Violleau (trombone). Uma mini ópera pop, em jeito de tragédia antiga, que vai conquistar o público", garante o Município de Valença numa nota de imprensa.


Até dia 25, a Eurocidade Valença-Tui recebe concertos de diferentes estilos. O destaque vai para a celebração dos 70 anos de carreira do maestro António Victorino d’Almeida, no sábado, dia 22, às 21h30, no Jardim Municipal de Valença. Acompanhado pela fadista portuguesa Kátia Guerreiro e pela cantora cabo-verdiana Cremilda Medina, espera-se um espetáculo sublime de fusão e lusofonia. “70 anos de carreira – Mornas & Fados” começa com um solo do maestro, seguido das mornas de Cremilda Medina e dos fados de Kátia Guerreiro. Haverá ainda tempo para as cantoras e respetivos músicos apresentarem os seus trabalhos, individualmente. O final será apoteótico com todos em palco.


Ainda na sexta-feira, depois da mostra criativa na Ponte Internacional, o Jardim Municipal de Valença recebe, às 21h30, Ellen De Lima com Rodrigo & Gustavo Almeida. Uma partilha de histórias entre Portugal, a Galiza e o Brasil, um encontro de gerações que têm em comum a paixão pela música.


No dia 22, às 18h00, a Praça da República de Valença recebe Antía Muiño, eleita “Melhor Artista Emergente” nos Prémios Martín Códax de la Música Gallega, e embaixadora do programa EQUAL do Spotify, com música exclusivamente no feminino.


Ainda em Valença, no dia 23, às 11h30, Néboa leva à Praça da República um concerto que combina a música tradicional galega e de autor com o pop alternativo e o indie-eletrónico.


Às 18h00, Elektrofadas propõem um concerto didático, uma viagem pelas emoções através da música. Na Igreja do Salvador de Ganfei, às 21h30, a arte visual e música de Alqvimia Musicae, com um órgão digital e sintetizadores que cruzam o histórico com o contemporâneo. Uma fusão de música e vídeo mapping ao vivo que não deixa ninguém indiferente.


Depois de dois dias intensos em Valença, o IKFEM continua em Tui. Dia 24, a Igreja de Santo Domingo recebe, às 21h30, o Duo Moraguez – Pilar e Arabel Moráguez – que propõem um concerto de música cubana com melodias, ritmos e harmonias do Caribe.


No Dia da Galiza, 25 de julho, a Igreja de São Domingo recebe, às 18h00, o solo de Daniel Pereira que leva ao palco as quatro sonatas para piano de Beethoven. Às 21h00, é a vez de Arume de Malvas, grupo de música tradicional que recupera a história de três décadas do grupo folclórico Terra de Malvas.


O encerramento do IKFEM 2023 está marcado para às 21h30, na Praça São Fernando em Tui, com Alqvimia Musica e o espetáculo de fusão entre a música e vídeo mapping.


A 11ª edição do IKFEM, festival transfronteiriço que une as margens do rio Minho, acontece de 20 a 25 de julho na Eurocidade Valença-Tui. Ao longo de cinco dias, as atenções viram-se para a cultura portuguesa, espanhola e brasileira, cubana e cabo-verdiana, em 25 espaços de grande valor arquitetónico e patrimonial, entre eles a Catedral de Tui e a Fortaleza de Valença.


A entrada para os concertos é livre, mas limitada à lotação de cada espaço.


Consulte a programação completa em: https://www.ikfem.com/



0 comentário

Comentarios


bottom of page