top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Grupo de americanos interessado em investir em Cerveira

O Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, Rui Teixeira, recebeu, esta manhã, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, um grupo de potenciais investidores americanos oriundos de diferentes estados dos EUA. O crescimento do setor imobiliário, a vigorosa vertente industrial e a dinâmica cultural do concelho foram os principais temas do encontro "muito participado", deu nota o município.




grupo de pessoas segurando sacos de papel junto a um desenho de veado numa parede

De acordo com nota de imprensa da autarquia, "integrado numa tour organizada pela empresa Infinite Solutions, o grupo de americanos manifestou-se interessado em conhecer as possibilidades de investimento privado em Vila Nova de Cerveira, bem como em aprofundar conhecimento sobre a realização da Bienal Internacional de Arte de Vila Nova de Cerveira."

O Presidente Rui Teixeira começou por abordar a localização geoestratégica privilegiada do concelho de Vila Nova de Cerveira, “entre dois grandes centros económicos que se complementam, Porto e Vigo, de fáceis e rápidas acessibilidades e um mercado de milhões de pessoas”, referiu citado na nota. Sendo o setor imobiliário um dos pontos de interesse desta visita, Rui Teixeira explicou que Vila Nova de Cerveira está “numa fase ascendente, com a construção de vários empreendimentos habitacionais, assim como a instalação de mais dois hotéis, tendo ainda capacidade e interesse de acolher mais investimento privado”.

A vertente industrial de Vila Nova de Cerveira também foi realçada pelo Presidente Rui Teixeira, que contextualizou as áreas mais vigorosas nos dois polos industriais, nomeadamente náutica, automóvel, têxtil e pescado, destacando “o volume de negócios muito elevado, na ordem dos 750 milhões de euros por ano”. E acrescentou: “Com o objetivo de criar condições favoráveis e atrativas para a instalação de mais operadores económicos no concelho, estamos a construir um novo parque empresarial, na freguesia de Sapardos, que tem uma localização estratégica junto ao nó da A3. Para nós, este investimento é uma necessidade para o desenvolvimento do interior do concelho, atraindo mais atividade económica e, por consequência, mais pessoas, assegurando a potenciação do vigor industrial de Vila Nova de Cerveira”.

A vigorosa dinâmica cultural foi um terceiro tema que suscitou o interesse dos cerca de 10 americanos, manifestando vontade em conhecer a organização da Bienal Internacional de Arte de Cerveira. Rui Teixeira frisou que “Vila Nova de Cerveira é uma referência na produção cultural no país e além-fronteiras, e a Bienal Internacional de Arte é um pináculo da criação cultural a nível nacional”. Explicando a origem e a evolução deste ex-libris que tornou Cerveira reconhecida como a ‘Vila das Artes’, Rui Teixeira sublinhou “o trabalho de excelência e a proximidade que é desenvolvido pela Fundação Bienal de Arte de Cerveira e a prova de que são cumpridos padrões de rigor e de qualidade no exercício das nossas atividades culturais e artísticas”.

Finalizando, o Presidente Rui Teixeira agradeceu a visita e lançou o desafio de regressarem a Vila Nova de Cerveira, como visitantes e, se possível, com uma perspetiva de investimento “sempre muito bem-vinda”.




0 comentário

コメント


bottom of page