top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Investimento de 132 mil euros permite 2ª fase da construção do Canil Municipal de Terras de Bouro


O Município de Terras de Bouro informa que no passado dia 14 de julho teve lugar, nos Paços do Concelho, a cerimónia oficial de assinatura do contrato de execução da empreitada de construção do Centro de Recolha Oficial Municipal (Canil Municipal de Terras de Bouro), 2ª Fase.




O contrato foi assinado pelo Presidente da Câmara Municipal de Terras de Bouro, Manuel Tibo e por José Firmino da Silva Ferreira na qualidade de Sócio-Gerente da Firma JOSÉ FIRMINO DA SILVA FERREIRA, Lda. "Este ato permitirá agora um investimento de 132.609,83€, com exclusão do Imposto sobre o Valor Acrescentado, a pagar de harmonia com os autos de medição elaborados na Divisão de Planeamento e Urbanismo e com um prazo de execução global da empreitada de noventa dias.", refere o Município em comunicado.


De referir que a autarquia já concluiu a 1ª fase do Centro de Recolha Oficial Municipal (CRO), cujo valor se cifrou nos 80.054,63€.

Os centros de recolha oficiais, como o que Terras de Bouro terá em funcionamento muito em breve, serão assim fundamentais na possibilidade de conceder um caráter digno e edificante à vida dos canídeos.

Estes centros, através do alojamento de animais errantes capturados e para além da execução das ações de profilaxia médica e sanitária, consideradas obrigatórias pelas autoridades sanitárias veterinárias competentes, procuram responder a três necessidades objetivas: vigiar zoonoses graves, como o caso da raiva, e controlar a sua propagação; garantir a saúde animal, dado que um animal na rua, sem a proteção dos detentores, tem sérias dificuldades em aceder a água, ao alimento e abrigo; e à recolocação dos animais por cedência a outro detentor, de modo a contribuir para a melhoria do bem-estar do animal, através de uma detenção responsável.



0 comentário

Comments


bottom of page