top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

IPVC abre portas a alunos do ensino secundário e profissional


IPVC Power UP e IPVC Summer Week vão trazer ao Alto Minho perto de uma centena de jovens que vão ter contacto, pela primeira vez, com o ensino superior. Trata-se de duas academias de verão, sendo que a primeira arranca já hoje.



De 4 a 9 de julho, 50 estudantes do ensino secundário e profissional vão participar no IPVC Power Up, a academia de verão que vai proporcionar aos estudantes uma semana recheada de desafios e atividades práticas nas áreas da Educação, Artes e design, Ciências Agrárias, Tecnologia e Gestão, Saúde, Ciências Empresariais e Desporto e Lazer.


Já de 18 a 23 de julho, as portas do Politécnico de Viana do Castelo voltam a abrir-se a mais 20 estudantes do ensino secundário e profissional para participarem na IPVC Summer Week. Desta vez, a semana é dedicada ao Ambiente, ao Mar e à Água, onde não vão faltar atividades aliadas à transição digital e às artes. A participação dos estudantes é totalmente gratuita e vai proporcionar aos jovens o primeiro contacto com o ensino superior.


O Politécnico de Viana do Castelo lançou o desafio e foram muitos os jovens do 9.º ao 12.º ano, de escolas secundárias e profissionais de todo o país, que aceitaram o repto para passar ao nível seguinte e ter uma primeira experiência na academia. A primeira academia de verão, IPVC Power Up, arranca já esta segunda-feira, 4 de julho, e prolonga-se até ao dia 9 de julho. Ao todo, são 50 os alunos provenientes dos distritos de Aveiro, Braga, Coimbra, Guarda, Leiria, Lisboa, Porto, Santarém, Setúbal, Viana do Castelo e Viseu que vão usufruir de uma experiência única que lhes vai proporcionar ainda o esclarecimento de diversas dúvidas no acesso ao ensino superior.

O objetivo sublinha o presidente do IPVC, “é o de, ao longo de cinco dias de atividades, proporcionar a estes estudantes a possibilidade de aumentar o conhecimento sobre as várias áreas profissionais que o Politécnico de Viana do Castelo disponibiliza, os seus cursos e profissões a eles associadas, assim como o poder clarificar os caminhos e percursos que pretendem seguir. Trata-se de uma experiência importante uma vez que os jovens têm que tomar decisões muito cedo e muitas vezes não estão preparados para o fazer. Estas academias de verão vão ajudá-los a entender melhor e a clarificar quais os caminhos que podem prosseguir”.


IPVC SUMMER WEEK


De 18 a 23 de julho, o IPVC volta a abrir portas, desta vez para a Academia de verão IPVC Summer Week.


Uma academia recheada de experiências laboratoriais, atividades desportivas e desafios de trabalho em equipa, com foco especial nas áreas da Ciência, da Arte e da Tecnologia. Em conjunto com estudantes de todo o país, os participantes vão poder realizar atividades e experiências ligadas aos temas da água, da sustentabilidade e da energia. Ao longo de cinco dias de atividades práticas, os 20 estudantes vão experienciar como é estudar no ensino superior, contactando com estudantes, docentes e investigadores, tendo a oportunidade de conhecer in loco a instituição. O objetivo é que os participantes possam também conhecer de perto vários cursos e profissões na área STEAM - Ciência, Tecnologia, Engenharia, Matemática e Artes.


As academias de verão, organizadas em parceria com a Fórum Estudante, surgem no âmbito do BAITS – Business, Art, Innovation, Technology, Sustainability, financiado pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), da Blue Design Alliance (BDA), um consórcio entre instituições do ensino superior que tem como missão contribuir para a valorização da água, recursos oceânicos e fluviais e sustentabilidade social e ambiental através do design, centrando-se na produção de conhecimento, investigação e formação de competências ligadas à economia azul.


As instituições da Aliança – Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC), Escola Superior de Artes e Design (ESAD), Instituto Politécnico de Bragança (IPB) e Escola Superior de Biotecnologia da Universidade Católica Portuguesa (ESB-UCP) – asseguram, através da BDA, uma formação ligada ao Design Azul e à economia circular, inclusiva e sustentável, com o propósito de acelerar a requalificação do território, tornando-o mais resiliente através da criação de novos empregos e profissões azuis. Os caminhos de formação e investigação a desenvolver pela BDA integram-se no âmbito do “Impulso Jovens STEAM e do “Impulso Adultos” do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) que tem como objetivo “impulsionar a formação de jovens e adultos nos próximos cinco anos face aos desafios que emergem”.


A Blue Design Alliance oferece quatro tipos de formação: Cursos Técnicos Superiores Profissionais (CTeSP) lecionados na ESAD, um Curso de Pós-Graduação com nove especializações que se expande pelas quatro instituições parceiras e ainda Cursos de verão gratuitos e Cursos de Curta Duração. Todas as formações são orientadas para a prática e permitem seguir uma carreira profissional, onde a temática da água estará sempre presente, assim como o cuidado pelos ecossistemas dos rios, mares e oceanos.






Yorumlar


bottom of page