Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon

Pub

1/1

Mais 360 mil euros para melhorar a rede viária arcuense

Recentemente o município arcuense procedeu à consignação da empreitada de Reabilitação, Construção e Beneficiação de Vias Municipais - Bloco 9 (Gondoriz, Vilafonche, Guilhadeses, Oliveira e Couto) – Lote 2 no valor de 308.457,49 €.


Este investimento tem por objetivo a execução de três intervenções, designadamente ao nível do Caminho de Ligação do Pontão de Pogido à EN101; do Alargamento e beneficiação do Caminho da Estivada e Bouça – Freguesia de Couto e a realização de Obras acessórias e Pavimentação de Caminhos Municipais na Freguesia de Oliveira.



Relativamente à intervenção no Caminho de Ligação do Pontão de Pogido à EN101, a obra visa a execução de um percurso alternativo ao atual CM1294, que permita a melhoria das condições de circulação automóvel. O projeto prevê a implantação de um caminho com 5 metros de perfil transversal total em betuminoso e bermas/valetas a delimitar a área, estando prevista a instalação de conduta de abastecimento de água, ao longo do traçado do caminho.


O Alargamento e beneficiação do Caminho da Estivada e Bouça – Freguesia de Couto, além executar trabalhos de requalificação do traçado, com vista ao alargamento e melhoria da qualidade da circulação rodoviária, inclui a construção de um novo arruamento, por forma a beneficiar e permitir a circulação de veículos ligeiros e pesados, melhorando significativamente as condições de acessibilidade a várias habitações e equipamentos sociais e industriais.


Por último, as Obras acessórias e Pavimentação de Caminhos Municipais – Freguesia de Oliveira requalificarão caminhos municipais em Oliveira, garantindo assim em todos eles, a circulação de veículos em condições de comodidade e segurança.


A autarquia também consignou por 52.120,42 € a empreitada de REABILITAÇÃO, CONSTRUÇÃO E BENEFICIAÇÃO DE VIAS MUNICIPAIS – CONSTRUÇÃO DE MUROS DE SUPORTE”, a executar em 6 freguesias, com a construção de muros de suporte, necessários para garantir a estabilidade da plataforma em diversos locais da rede viária municipal, bem como alargamentos pontuais.

0 comentário