top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Melgaço celebra, este fim de semana, o Dia do Brandeiro na Branda da Aveleira

O Dia do Brandeiro vais ser assinalado dias 5 e 6 de agosto, na Branda da Aveleira, na freguesia da Gave, integrado na programação do "Melgaço em Festa", que arranca hoje à noite com o Festival Internacional de Folclore "O Mundo a Dançar", às 22h00, no Largo Hermenegildo Solheiro.





homens levando o gado pelo monte acima, e dois pastores cobertos com colmo pelas costas

O Dia 5 de agosto arranca às 9h30 com entrada do Grupo Gaiteiros do Rio Minho, seguindo-se, às 10h00, a Sessão de Abertura, com intervenções do Presidente da Junta de Freguesia da Gave, Agostinho Alves; do Presidente da Câmara Municipal de Melgaço, Manoel Batista, e do antropólogo José Rodrigues Lima. Nesta sessão, a geógrafa Andreia Cristina Amorim Pereira apresenta o debate cultural "O Garrano: cavalo selvagem e companheiro dos pastores". Às 11h00 acontece missa e bênção das concertinas. Às 12h30, cortejo etnográfico "A transumância". Às 15h00, momento para concurso de "apanha do porco" acompanhado de animação musical com Laurance, que volta ao palco, à noite, pelas 21h00.


No domingo, 6 de agosto, às 9h30, há percurso pedestre da transumância, sendo o ponto de encontro no Restaurante "O Brandeiro", às 9h00 (inscrições obrigatórias até às 15h00 do dia 5 de agosto, pelos contactos 251 465 010 - Isabel Ramalhosa e 933 894 259 - Agostinho Alves). Da parte da tarde, às 15h00, haverá Corrida de Garranos ao som de animação musical com grupos folclóricos.


Durante o fim de semana, haverá atividades permanentes como a Feira das Tradições do Brandeiro e produtos locais, das 10h00 às 20h00, broa e cabrito recheado no forno de lenha e zona de diversão com insufláveis para crianças.


A transumância é uma tradição secular que chegou a mobilizar uma centena de brandeiros em meados do século XX. De abril a setembro, mudavam-se para as brandas para retirar partido de melhores pastos, regressando à aldeia quando chegava o inverno.












0 comentário

Comments


bottom of page