top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Militares começam hoje vigilância e patrulhamento na Serra de Santa Luzia


Os militares do exército da Escola dos Serviços da Póvoa do Varzim iniciam hoje ações de vigilância e patrulhamento na Serra de Santa Luzia, missão na qual vão estar empenhados até dia 30 de setembro.



Desde 2010 que a Câmara Municipal de Viana do Castelo e a Escola dos Serviços do Exército celebram protocolo de colaboração para a vigilância e patrulhamento da Serra de Santa Luzia durante o período de verão, com o objetivo de redução do número de comportamentos de risco naquela área e evitar a ocorrência de incêndios rurais.


Assim, os militares do Exército vão percorrer e vigiar diariamente toda a serra de Santa Luzia, em estreita articulação com as entidades que integram o Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais (DECIR), numa perspetiva dissuasora e de permanente vigilância.


O Protocolo decorre da preocupação que os incêndios rurais representam neste território, dado que estes constituem um dos principais obstáculos à sustentabilidade da floresta e dos ecossistemas que lhe estão associados, provocando a sua degradação e o desequilíbrio no fornecimento de bens e serviços, podendo ainda constituir um perigo para a vida e os bens da população.


"Considerando que o uso negligente do fogo é uma das principais causas de incêndios rurais, é imperativo que cada um de nós tenha também um papel de prevenção e de responsabilidade face aos incêndios, evitando comportamentos de risco e mantendo limpas as faixas de gestão de combustíveis em torno das habitações e dos aglomerados populacionais.", relembram.


A Câmara Municipal apela ainda para que, "em caso de incêndio, ligue de imediato 112, ou em alternativa, para a Central da Companhia de Bombeiros Sapadores de Viana do Castelo, através do seguinte contacto: 258 840 400."


Este protocolo com o Exército já se realiza há mais de uma década e tem sido uma ação fundamental para a prevenção dos incêndios florestais ao longo destes anos.



0 comentário

Comments


bottom of page