top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Museu Virtual da Lusofonia assinala Dia Mundial da Língua Portuguesa

O Museu Virtual da Lusofonia (MVL), uma unidade cultural da Universidade do Minho, assinala a 5 de maio o Dia Mundial da Língua Portuguesa, estendendo as atividades ao longo do mês.




cartaz com capas coloridas, com motivos africanos

Esta sexta-feira lança a coleção “Convergências na Língua Portuguesa”, na plataforma Google Arts & Culture. A mostra parte do 9.° Festival Cultural Convergências Portugal/Galiza, que ocorreu em fevereiro, reunindo as expressões artísticas e os workshops realizados em Braga (Portugal), Ponteareas e Santiago de Compostela (Espanha). A coleção conta a história do festival e inclui uma entrevista exclusiva à organização do evento.

Exposição colaborativa

A 8 de maio, o MVL lança um desafio nas redes sociais para construir uma exposição virtual colaborativa, a partir de conteúdos enviados pelos públicos dos países de língua oficial portuguesa. O objetivo da campanha “Olhares sobre as culturas em Língua Portuguesa”, a decorrer até final de maio, é "os conteúdos serem cocriados pelos públicos, apresentando as diferentes expressões artísticas que envolvem arte urbana, dança, música, literatura, poesia, cinema, artes plásticas e ocupação dos espaços públicos, entre outros." O lançamento desta exposição colaborativa está previsto para julho, na Google Arts & Culture.

Entretanto, esta quinta-feira, na Galeria do Paço, em Braga, realizou-se o seminário “Investigação e práticas em narrativas mediáticas, consciência histórica e educação: diálogos e desafios”. O evento contou com Carlos Alberto de Carvalho (Universidade de Minas Gerais, Brasil), Giane Lessa (Universidade Federal da Integração Latino-Americana, Brasil), Julia Alves Brasil (CECS - Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade da UMinho), Manuel Chaparro (Universidade de Málaga, Espanha) e Olga Bailey (Universidade de Nottingham Trent, Reino Unido). O encontro fez parte do projeto MediaMigraActs, sediado no CECS, em parceria com o MVL e a Rede Casas do Conhecimento.

BabeliUM com várias atividades

O BabeliUM - Centro de Línguas da Escola de Letras, Artes e Ciências Humanas da UMinho está a comemorar esta semana o Dia Mundial da Língua Portuguesa com várias ações, desafiando os participantes dos seus cursos e o público em geral. O programa já incluiu a gravação de vídeo-testemunhos sobre boas razões para aprender português e o que é, para cada um, a língua portuguesa. Houve também a declamação de poemas num roteiro pelo centro de Braga, a visualização de um vídeo, um quizz sobre o pluricentrismo do português e o brincar com poemas lusófonos ao preencher lacunas com novas palavras. Nesta sexta-feira, prevê-se um jogo Kahoot, um desafio de adivinhas, uma nuvem de palavras favoritas na plataforma Mentimeter, além de jogos com provérbios traduzidos e uma interação oral sobre antónimos.


Dia Mundial da Língua Portuguesa


A data de 5 de maio foi oficialmente estabelecida em 2009 pela Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) - uma organização intergovernamental, parceira oficial da UNESCO desde 2000, que reúne os povos que têm a língua portuguesa como um dos fundamentos da sua identidade específica - para celebrar a língua portuguesa e as culturas lusófonas.


Em 2019, a 40ª sessão da Conferência Geral da UNESCO decidiu proclamar o dia 5 de maio de cada ano como "Dia Mundial da Língua Portuguesa".


A língua portuguesa é não só uma das línguas mais difundidas no mundo, com mais de 265 milhões de falantes espalhados por todos os continentes, como é também a língua mais falada no hemisfério sul. O português continua a ser, hoje, uma das principais línguas de comunicação internacional, e uma língua com uma forte extensão geográfica, destinada a aumentar.


Os Dias consagrados às línguas faladas em todo o mundo celebram anualmente o multilinguismo e a diversidade cultural, e constituem uma oportunidade para sensibilizar a comunidade internacional para a história, a cultura e a utilização de cada uma destas línguas. O multilinguismo, um valor central das Nações Unidas e uma área de importância estratégica para a UNESCO, é um fator essencial para uma comunicação harmoniosa entre os povos, promovendo a unidade na diversidade, a compreensão internacional, a tolerância e o diálogo. (in unesco.org)



0 comentário

Comments


bottom of page