top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Paredes de Coura investe 11 milhões de euros em habitação

Aposta reforçada na habitação já começa a ganhar forma com a construção a custos controlados de 27 apartamentos em pleno centro da vila, no valor total de 3M€, mas também o novo projeto em Nogueira, de 7M€, num total de 55 fogos, em parceria com o IRU-Instituto da Habitação e Reabilitação Urbana.




homem de fato discursando no palanque, com quadro pintado atrás de si, onde se vê cinco pessoas retratadas

Paredes de Coura informou que vai investir 11 milhões de euros na habitação porque “apesar de acreditar que a captação de investimento, a educação e cultura são vetores fundamentais”, o Presidente da Câmara também corrobora da opinião que “o grande desafio do país e do Município é a habitação”.


Vitor Paulo Pereira entende que a fixação de pessoas no território “depende de uma equação bem mais complexa que o salário e habitação”, acrescentando a importância de uma boa oferta ao nível da educação e do pulsar cultural: “não basta captar fábricas e construir habitação. O território tem de ser estrutural e atrativo”, realçou.


O autarca reconheceu que Paredes de Coura tem recebido muitos emigrantes, mas também que não há “uma ajustável oferta de habitação para as pessoas que vêm para cá”. Daí esta aposta reforçada na habitação – “alguma financiada pelo PRR” -, que já começa a ganhar forma com a construção a custos controlados de 27 apartamentos em pleno centro da vila, no valor total de 3M€, mas também o novo projeto em Nogueira, de 7M€, num total de 55 fogos, em parceria com o IRU-Instituto da Habitação e Reabilitação Urbana.


Completa esta aposta na habitação com a reabilitação de três escolas primárias e oito fogos para arrendamento em situação de emergências social, num total de 650 mil euros, porque no entender de Vitor Paulo Pereira a habitação “é o último reduto da dignidade. O último refúgio”, reforçou o Presidente da Câmara de Paredes de Coura, sustentando que “sem habitação acessível não temos uma sociedade coesa”.


No Dia do Concelho, Paredes de Coura também manifestou todo o seu apreço e reconhecimento públicos perante alguns dos mais notáveis filhos da terra e associações que tanto têm dado à comunidade, com a distinção de cinco Medalhas de Mérito e uma de Bons Serviços: “Pessoas humildes, capazes de transformar o quotidiano, nesta terra com sentido de pertença e comunidade”, argumentou o Presidente da Câmara.

homem guitarra clássica e mulher tocando violoncelo

Vitor Paulo Pereira justificou a importância da constante aposta na educação, porque esta “tem trazido um desenvolvimento inteligente. Nunca temos medo de percorrer o caminho da responsabilidade, do dever e de dar sentido à vida das pessoas”. E tomando por referência as palavras do químico e investigador português Nuno Maulide, o autarca de Coura defende que “já que estamos a arder, envelhecer, vamos arder por coisas boas que nos tragam sentido de vida. Já que estamos aqui, que os nossos filhos fiquem com uma boa ideia de nós. Arder pelos outros, pelas coisas boas”, concluiu.


INAUGURADA EXPOSIÇÃO DE VIEIRA DA SILVA

A par das muitas iniciativas evocativas no Dia do Concelho, pois coincide com o dia em que os courenses recordam os Combates de Travanca, quando em 1662 rechaçaram o exército castelhano e demonstraram fidelidade a D. João IV, o dia de ontem também foi marcado pela inauguração, no Centro Cultural, da exposição de um dos mais importantes nomes das artes plásticas, com a obra gráfica de Maria Helena Vieira da Silva, “Três janelas sobre um jardim”, da Fundação Arpas Szenes–Vieira da Silva.


Há poucos dias, no Centro Mário Cláudio, também foi inaugurada a exposição biobibliográfica “O Coração das Coisas. Mário Montenegro, um Poeta em Paredes de Coura”, assim como a recente reabilitação de A Casa Grande de Romarigães, como espaço de fruição, centro de literatura e também de cultura, tendo por referência a obra maior de Aquilino Ribeiro.




0 comentário

Comments


bottom of page