Peneda Gerês TV

Promoção e Desenvolvimento Regional

Produção Audiovisual

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon

Ponte de Lima é um exemplo da Coesão Territorial

A Ministra da Coesão Territorial, Ana Maria Pereira Abrunhosa associou-se ao tom festivo e celebrou com os Limianos a data que assinala a efeméride da entrega do Foral pela Rainha D. Teresa a Ponte de Lima, no ano de 1125.


Ponte de Lima é um exemplo da Coesão Territorial

A cultura e a história limiana, elevaram-se através das diversas ações que decorreram ao longo dia.


Na freguesia da Correlhã, a festa começou com a participação da comunidade e de todas as associações locais, na sede da junta de freguesia. O emblemático edifício, antiga escola primária da freguesia, reconvertido na atual sede, sofreu obras de requalificação, cujo investimento da parte do Município rondou os 284 000€, orientou-se pela premissa de requalificar, ampliar e dotar de condições próprias para o funcionamento da Junta de Freguesia e Associações Culturais locais.


Fátima Oliveira, Presidente da Junta de freguesia da Correlhã, não escondia a alegria, pela inauguração das obras que requalificaram o edifício onde está sediada a junta de freguesia, bem como pela receção à Ministra da Coesão Territorial, convidada de honra das celebrações oficiais do Dia de Ponte de Lima, confidenciando que a “Correlhã está duplamente feliz.” (..) “Esta obra, para além de contribuir para a melhoria das condições de trabalho de todos (..) contribui para a coesão territorial”, afirmou a autarca. O edifício da antiga escola primária acolhe a sede da junta, bem como as sedes da Rusga Típica da Correlhã; Associação Cultural e Desportiva da Correlhã; Grupo Quatro Ventos; e Marchas Populares da Freguesia.


Da Correlhã a comitiva seguiu para a Torre da Cadeia Velha, para assistir à abertura da exposição sobre o Caminho Português de Santiago, intitulada “Caminhos: O Caminho Português, a Gastronomia e a Arte".


A mostra da responsabilidade da Associação dos Amigos do Caminho Português de Santiago apresenta através de fotografias e pinturas, a gastronomia típica da região por onde passa o Caminho, e estará patente até 31 de março.


A recriação histórica “A Visitação da Rainha Tareja ao Lugar de Ponte”, uma breve alusão à efeméride histórica que se assinala a 4 de março registou-se junto aos Paços do Concelho. Seguiu-se a deposição de uma coroa de flores junto à estátua da Rainha D. Teresa, “um gesto nobre e belo em relação a alguém que Fez Vila o Lugar de Ponte”, antecedeu a cerimónia solene que decorreu no Auditório Municipal.


A apresentação da obra A Arte de Trabalhar a Pedra em Ponte de Lima, que esteve a cargo do Prof. Carlos Brochado de Almeida, que a coordenou, foi um dos momentos altos da cerimónia do 4 de março. Esta nova edição sob a égide do Município de Ponte de Lima, reunindo um conjunto bastante diverso, mas também complementar sobre o tema, constitui um importante testemunho do que tem sido a longa e feliz relação estabelecida, neste território, entre o homem e a pedra, de como o trabalho desse material foi moldando a nossa paisagem, continuando ainda hoje como uma forma de arte mas também como uma pujante atividade económica que urge preservar e continuar a incentivar no futuro.


No discurso oficial do Dia de Ponte de Lima, o Presidente da Câmara Municipal de Ponte de Lima, Victor Mendes, enalteceu o poder local, “Tudo se deve ao Poder Local, que consideramos nos dias de hoje um motor fundamental do desenvolvimento do país. Só quem está junto das pessoas compreende e partilha os seus anseios, preocupações e necessidades.”


Neste Dia de Ponte de Lima, o autarca destacou os “Limianos, construtores da dignificação daquilo que somos e orgulhosos de um concelho que se afirma em todos os sectores de atividade, independentemente do território onde desempenham funções e ganham a sua vida condignamente.” (…) “Continuamos e continuaremos a ver as forças vivas do concelho a dizer presente e muitas estão aqui a comemorar connosco o Dia de Ponte de Lima. O Executivo Municipal vai pautar o seu desempenho como o fez até agora. Com rigor financeiro e seriedade para resolver os verdadeiros problemas de Ponte de Lima e garantir sempre mais e melhor qualidade de vida para todos os que aqui habitam” disse o edil.


A Ministra da Coesão Territorial, Ana Maria Abrunhosa, associou-se a todos os momentos com dedicação, e considerou que “o que caracteriza os limianos é a sua genuinidade. Este orgulho em ser limiano.” Lembrou a “importância fundamental das autarquias.” Sobre a atuação do seu Ministério, referiu que “a coesão territorial do governo começa com os que estão, com as pessoas, com as empresas. Hoje vou de coração cheio pelos belos momentos que vivemos esta tarde. Este Ministério quer mostrar que vê o país como um todo, e que todos tenham acesso às mesmas igualdades (..) temos que premiar o mérito e o conhecimento” sustentou a responsável pela pasta da Coesão Territorial.

Considerando que o seu Ministério tem que sair do gabinete e ouvir os autarcas, empresários, associações, porque “coesão territorial significa proximidade, desenvolvimento das nossas regiões”, Ana Maria Abrunhosa, deu como exemplo Ponte de Lima, “no esforço que faz na preservação da sua cultura, do seu património, da sua identidade”.


A cerimónia solene do Dia de Ponte de Lima complementou-se com três momentos musicais, a cargo de Ana Arosa, na harpa e Isabel Anjo no Saxofone.


Com mais de cinco mil anos de história a separá-los, a harpa e o saxofone têm origens, viagens e características muito distintas. Em 2018, na cidade do Porto, a harpa de Ana Aroso e o saxofone de Isabel Anjo encontram-se e enamoram-se. Desta união resulta um dueto inesperado e pouco convencional de dois instrumentos que se fundem vincando a sua distinção. As duas instrumentistas e intérpretes procuram explorar e incentivar a criação de repertório para esta formação original, contando já com peças de Fátima Fonte, Tiago Sousa, Nuno Peixoto de Pinho, Nuno Torres Marques, Kate Moore, Ana de Ataíde Magalhães, entre outros, compositores com quem mantêm frutíferas ligações artísticas.


#local #eventos #cultura

Se gosta da Peneda Gerês TV

Contribua com um donativo

Peneda Gerês TV - Multimédia e Comunicação

In.Cubo – Incubadora de Iniciativas Empresariais Inovadoras

4970-786 - Arcos de Valdevez

geral.penedagerestv@gmail.com

©2020 Peneda Gerês TV