top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Ponte de Lima acolhe Encontro Nacional de Turismo de Habitação a 25 de maio

Ponte de Lima, Capital do Turismo de Habitação, acolhe a 25 de maio no Palacete Villa Moraes, o Encontro Nacional do Turismo de Habitação. O evento visa assinalar os 40 anos da TURIHAB - Associação do Turismo de Habitação, fundada em Ponte de Lima em 1983.





casa tipo solar, com jardins verdes à frente

De acordo com nota de imprensa do Município limiano, o Encontro Nacional de Turismo de Habitação "servirá para analisar a qualificação da nossa oferta turística, reforçar o interesse pelo nosso património, procurando realçar a importância que diversos conjuntos arquitetónicos tiveram na história e na paisagem das nossas regiões."


A análise e a reflexão estarão a cargo dos Presidentes das Entidades Regionais de Turismo do Porto e Norte, nomeadamente das regiões do Norte, Centro, Alentejo e Ribatejo e Algarve, e da Direção Regional do Turismo dos Açores.


O Ministro da Economia e do Mar, António Costa Silva, preside ao Encontro Nacional de Turismo de Habitação, bem como o Presidente da Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo, Pedro Costa Ferreira; e o Presidente da Confederação do Turismo Português, Francisco Calheiros.


"Decorridas quatro décadas sobre a criação da TURIHAB, com sede nacional em Ponte de Lima, a casa solarenga assumiu-se como um dos produtos mais genuínos e mais representativos do Alto Minho e a sua valorização e divulgação constitui um poderoso fator de atratividade e de dinamização do nosso território, em que Ponte de Lima se afirma a nível nacional e internacional como a Capital do Turismo de Habitação."


Esta nova modalidade de turismo tornou-se numa imagem de marca do turismo português, sendo um exemplo de preservação do património privado e familiar e de dinamização do turismo sustentável em Portugal.


Nas últimas quatro décadas, o Turismo de Habitação primou pela excelência de experiências que proporcionaram aos turistas/visitantes, desde o contacto com a cultura, a gastronomia, a hospitalidade, a simpatia, de um “Portugal autêntico.”


Este novo conceito foi possível graças aos vários programas de financiamento para modernização de imóveis, transformados em alojamentos de qualidade, que resultaram na consolidação do Turismo de Habitação e do Turismo no Espaço Rural que a TURIHAB promove como Solares de Portugal e Casas no Campo.


Ao longo destes 40 anos a TURIHAB foi vencedora de vários prémios nacionais e internacionais incluindo o Prémio do Ano Europeu do Turismo em 1990 e o Prémio da Federação de Jornalistas Europeus em 2002.





0 comentário

Comments


bottom of page