top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Presidente da Câmara de Coura assume liderança da Comissão Distrital de Proteção Civil

Atualizado: 12 de out. de 2022



Na reunião do Conselho Intermunicipal da CIM Alto Minho, realizada ontem, dia 10 de outubro, em Ponte de Lima, o Presidente da Câmara Municipal de Paredes de Coura foi designado para presidir à Comissão Distrital de Proteção Civil do Distrito de Viana do Castelo.

Vítor Paulo Pereira assume, assim, a liderança desta Comissão, na sequência da nomeação do então Presidente da Câmara Municipal de Caminha, Miguel Alves, para o cargo de secretário de Estado Adjunto do primeiro-ministro António Costa (em 15 de setembro deste ano).


De acordo com nota da Comunidade Intermunicipal do Alto Minho, "integram ainda a mesma Comissão outros presidentes com assento na CIM Alto Minho, nomeadamente os presidentes das câmaras municipais de Monção, António Barbosa, e de Ponte da Barca, Augusto Marinho."

Compete à Comissão Distrital de Proteção Civil acompanhar as políticas diretamente ligadas ao sistema de proteção civil, promover o acionamento dos planos distritais de emergência sempre que tal se justifique, diligenciar pela realização de exercícios, simulacros ou treinos operacionais que contribuam para a eficácia de todos os serviços intervenientes em ações de proteção civil.


Com uma área total de 222 mil hectares, 162 mil hectares de área florestal, o distrito de Viana do Castelo é composto por 208 freguesias, 99 das quais (8,9% do total do país) são consideradas prioritárias na prevenção de fogos florestais e onde estão identificados 1.185 lugares prioritários.


“Vivemos num tempo complexo e dominado por elevada incerteza, onde as consequências das alterações climáticas além de interferirem com o nosso quotidiano são potenciadoras de elevados riscos, que são verdadeiros desafios para todas as estruturas de proteção civil. Todavia, as alterações climáticas não servem para explicar totalmente a severidade dos grandes incêndios. O recuo demográfico, o envelhecimento das gentes das nossas aldeias e a falta de gestão dos espaços florestais explicam também este flagelo”, constata Vitor Paulo Pereira, reconhecendo que “o futuro será cada vez mais difícil e, portanto, aumentarão às exigências das intervenções. Neste contexto, a proteção civil é cada vez mais um trabalho coletivo, onde o espírito de cooperação será fundamental para atingirmos os objetivos, com eficácia”.


Trabalhar com proximidade e espírito de colaboração


O novo presidente da Comissão Distrital de Proteção Civil do Distrito de Viana do Castelo

defende que “com humildade e empenho”, esta estrutura procurará “trabalhar com

proximidade e espírito de colaboração com todos os agentes de proteção civil. Através da

cooperação e da coordenação das várias unidades distritais de proteção civil, poderemos

ultrapassar algumas das nossas fragilidades e prestar um melhor serviço às populações. Conto com todos, e esperamos aprender muito”, sublinhou.


Vitor Paulo Pereira também reconhece que “num contexto de várias preocupações, os fogos florestais, pelas razões conhecidas, são a maior ameaça à segurança das populações do Alto Minho. Todos os anos, os incêndios florestais aumentam de intensidade, atingem maior gravidade e estendem-se a meses inesperados. São o maior desafio que se coloca à proteção civil distrital e que exige a melhor articulação entre todas as entidades envolvidas para minimizar os impactes sobre a floresta, ambiente e sociedade”, explicou o agora designado presidente da Comissão Distrital de Proteção Civil do Distrito de Viana do Castelo.


“Sabemos que o futuro será difícil e exigente, mas temos a certeza de que tudo faremos para que esse futuro seja melhor”, prometeu Vitor Paulo Pereira, concluindo com um agradecimento ao ex-autarca de Caminha, que foi recentemente nomeado secretário de Estado Adjunto do Primeiro-Ministro: “A terminar aproveito para agradecer todo o incansável trabalho, esforço e dedicação do antigo Presidente da Comissão Distrital de Proteção Civil, Miguel Alves”, concluiu.


Nota: Notícia atualizada em 12-10-2022 às 15h03 com declarações do presidente da Comissão Distrital de Proteção Civil do Alto Minho.


0 comentário

תגובות


bottom of page