top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Programação de maio do Teatro Diogo Bernardes privilegia a Língua Portuguesa e o direito à diferença

O Município de Ponte de Lima e o Teatro Diogo Bernardes apresentam, no mês de maio, uma programação cultural privilegiando a Língua Portuguesa, inserida nas comemorações do Dia Mundial da Língua Portuguesa (5 de maio), e o direito à diferença tendo por mote a luta contra a Homofobia, Transfobia e Bifobia, no âmbito do Dia Internacional contra a Homofobia, Transfobia e Bifobia (17 de maio).





edifício branco com janelas grandes e estátua no cimo do telhado

No mês dedicado à Língua Portuguesa, o Teatro Diogo Bernardes destaca, na área do teatro, no dia 5 de maio, pelas 21h30, a estreia nacional da peça “O Fim”, com texto inédito de Gonçalo M. Tavares, pela estrutura Momento – Artistas Independentes, uma criação e encenação de Diogo Freitas numa coprodução com o Teatro Diogo Bernardes, Casa das Artes de Famalicão, Cineteatro Louletano, São Luiz Teatro Municipal e Teatro José Lúcio da Silva. A estreia nacional contará com a presença do escritor Gonçalo M. Tavares.


No dia 6 de maio, Vinícius Piedade, apresenta “Provavelmente Saramago”, pelas 21h30 , um monólogo cujo enredo gira em torno de um ator que, depois de ser preterido num casting para um filme (ficcionado) sobre Saramago, resolve montar um espetáculo de teatro no qual, ao mesmo tempo que revela a sua deceção com o cinema, partilha, com o público, as suas interpretações sobre a vida e obra de Saramago, bem como, rascunhos de encenações em torno de alguns dos seus romances.

lista com a programação do mês de maio

No dia 12 de maio, pelas 21h30, “O Homem da Amália”, com Virgílio Castelo, num espetáculo que, quando o pano fechar, a nossa estrela maior, estará ainda mais presente nas nossas memórias – onde nunca deixou de brilhar – sublimada, agora, pelos desvarios do coração destroçado deste desconhecido Homem da Amália.


No dia 19 de maio, pelas 21h30, a Duplaface- Companhia das Artes, apresenta em estreia nacional, a “Comédia da Panela”, com encenação de Philippe Leroux.


Igualmente no Teatro, destaque para os espetáculos “Rádio ATIVAsénior”, inserido no Projeto ATIVAsénior – Teatro com seniores no Alto Minho, onde cinco criadores artísticos trabalharam 24 meses com 10 grupos de até 20 pessoas, com idade igual ou superior a 60 anos de idade, residentes nos 10 concelhos do Alto Minho. Agora, juntam-se para um momento único de celebração da memória, do presente e do porvir, através do teatro, com a apresentação final do Projeto ATIVAsénior no Teatro Diogo Bernardes, no dia 10 de maio, pelas 15h00.


No dia 23 de maio, pelas 10h30 e 15h00, a estrutura artística PELE apresenta “Para lá das Redes”, num espetáculo exclusivo para público escolar. No Cruzamento Interdisciplinar, destaque para o espetáculo “Habitar o Canto”, pela Companhia de Artes Performativas Em Movimento da Delegação de Ponte de Lima da APPACDM, no dia 26 de maio, pelas 21h30.


Na área da Música, o TDB salienta o espetáculo “SANGUE SUOR”, com Ricardo Martins, Rui Rodrigues e Susie Filipe, no dia 13 de maio, pelas 21h30. São três bateristas que se propõem a desconstruir o próprio conceito de "baterista". Tal como acontece no salto olímpico, neste primeiro trabalho discográfico, temos as seis formas de saltar no vazio (os seis temas que compõem o álbum). Ainda na área da música, realiza-se, como já vem sendo hábito, o espetáculo “Há…Jazz no TDB”, pela Escola de Jazz do Porto, no dia 17 de maio, pelas 21h30.


No questionar e refletir sobre as identidades e direito à diferença, tendo por mote a luta contra a Homofobia, Transfobia e Bifobia, as Fado Bicha apresentam OCUPAÇÃO, no dia 20 de maio, pelas 21h30. Chorando e dançando de corpo presente, OCUPAÇÃO é o primeiro registo em disco do trabalho de João Caçador e Lila Tiago, apresentado, agora em trio com Lari Tav como músique convidade.


Por fim, uma sessão especial de cinema, no dia 27 de maio, pelas 21h30, com “Sombras Brancas”, de Fernando Vendrell, numa viagem pela memória que se torna, inevitavelmente, uma incursão na vida e obra de um dos mais importantes escritores portugueses do século XX – José Cardoso Pires. Após a sessão, realizar-se-á uma conversa com o realizador Fernando Vendrell e o ator limiano Rafael Gomes.


Bilhetes à venda na bilheteira física do Teatro Diogo Bernardes, de segunda a sexta-feira no horário normal de funcionamento ou na bilheteira eletrónica em: https://teatrodiogobernardes.bol.pt.

Até dia 16 de maio, poderá ser ainda visitada a exposição “Quem te viu, quem te vê” no Bar do Teatro Diogo Bernardes, de segunda a sexta feira, das 9h30 às 12h00 e das 14h30 às 17h00 e durante os dias de espetáculo de acordo com os horários praticados. Trata-se de uma homenagem a Chico Buarque de Hollanda, um ícone da Música Popular Brasileira. A mostra exibe caricaturas selecionadas em concurso nacional e conta com o aval de Chico Buarque. É composta por quadros nas medidas 60x50cm, com reproduções gráficas em alta qualidade das obras selecionadas.






0 comentário

Comentarios


bottom of page