top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Recriação histórica do Recontro de Valdevez de 1141 regressa, este fim de semana, ao Paço de Giela

O Município de Arcos de Valdevez vai recriar o evento “Recontro de Valdevez de 1141” nos próximos dias 8 e 9 de julho, no Paço de Giela. Os preparativos estão a ser ultimados e a organização espera milhares de visitantes, neste que é o único torneio registado na História medieval portuguesa.




homem falando num palanque, junto a um mupi com imagem do evento, e televisão

Na primavera de 1141, os exércitos de Afonso Henriques e Afonso VII de Leão e Castela, seu primo, encontram-se no Vale do Vez, protagonizando um dos momentos mais importantes e fundadores da História de Portugal: O Recontro de Valdevez. Quase nove séculos depois, o Município de Arcos de Valdevez pretende recriar o universo que rodeia este intrigante momento histórico, o único torneio registado na História medieval portuguesa. Para tal, o Paço de Giela será o cenário ideal para esta recriação, num regresso ao século XII e ao quotidiano da Idade Média e à Fundação de Portugal.


Na conferência de imprensa de apresentação do evento, que vai na 5ª edição, o Presidente da Câmara Municipal, João Manuel Esteves, destacou o “encontro com o património cultural de Arcos de Valdevez e que é muito importante para Portugal e para a fundação da sua nacionalidade”, uma vez que terá lugar num Monumento Nacional. O autarca disse que os objetivos passam pela celebração “da nossa identidade local, a afirmação da nossa cultura e de encontrar eventos diferenciadores”. João Manuel Esteves fez ainda referência ao cartaz do evento, que “foi gerado por Inteligência Artificial”.

cartaz do evento com homem vestido com trajes medievais do século XII, com espada e escudo na mão, junto a um castelo

A recriação do Recontro de Valdevez assentará no rigor histórico do evento e contará com dezenas de espetáculos, ao longo dos dois dias, sendo protagonizado por cerca de 500 figurantes de associações, vestidos de época. O ponto alto das celebrações acontece às 22h00, no sábado e no domingo, em que tem lugar o espetáculo de recriação histórica “O Recontro de Valdevez de 1141”, que consiste num torneio d’armas a cavalo.


O Paço de Giela estará decorado a preceito, e no espaço em redor estão já a ser montadas as estruturas para acolher um programa diversificado que inclui animação itinerante; recriação histórica e artes performativas; personagens; rábulas e estórias; música e dança; prática de esgrima e dança; calígrafos e grafias medievais.

castelo com torreões e janela gradeada
Paço de Giela (04/07/2023) © Fernanda Pinto Fernandes

A abertura de portas acontece às 17h00 do dia 8 de julho. No recinto estará montada a Praça dos Mercadores (28 espaços) e dos Ofícios Medievais (9 espaços), Largo do Sustento (com 25 espaços com comida, bebida, doces), Retiro dos Infantes e Ladeira dos Renegados. Haverá espetáculos diversos e atividades, com destaque para Investidura dos Cavaleiros Petizes, protagonizada por crianças do Agrupamentos de Escolas. Por volta das 18h00 de sábado, o Executivo Municipal fará uma visita guiada pelo circuito. Às 19h30, haverá Animação e comedorias nas Tabernas do Largo do Sustento. Às 22h00, espetáculo de recriação histórica do Recontro de Valdevez de 1141; às 23h00, Bailias animadas ao Som dos Trovadores e o fecho de portas acontece por volta das 03h00.


DIA 9 DE JULHO (domingo)

11h00 – Abertura

11h30 – Oficina de velas e Investidura dos Cavaleiros Petizes

12h30 – Danças e bailias

13h00 – O voo da águia

14h30 – O Bobo da corte

16h00 – Treino dos Cavaleiros

17h00 – Oficina: A história do fogo

18h00 – Visita guiada “O Paço de Geella”

18h30 – Recontro dos Petizes

20h00 – Trovadores d’el Rei

22h00 – Espetáculo “O Recontro de Valdevez”

23h00 – Bailias e Tocadores

24h00 – A revolta dos Renegados e encerramento

imagem vista de cima de uma aldeia, e mais perto bancada de madeira instalada num descampado
Preparativos para o evento decorrem a bom ritmo (© Fernanda Pinto Fernandes)

O recinto dispõe de uma capacidade superior a mil lugares sentados, e com espaços à sombra. Haverá serviço de transporte gratuito de e para o Paço de Giela, com dois miniautocarros devidamente caracterizados, que sairão a cada 15 minutos, a partir da sede do concelho (junto ao DNA). O serviço de vai-vem inicia 15 minutos antes da abertura e termina 15 minutos após o encerramento.

mapa com percurso para o Paço de Giela
Percurso dos miniautocarros para o Recontro de Valdevez

Este evento é mais uma aposta do Município na promoção da cultura, e representa um investimento superior a 100 mil euros, sendo o retorno esperado de três a quatro vezes este valor, por envolver a dinamização do turismo, da restauração, hotelaria.

0 comentário

Comments


bottom of page