top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Universidade de Maynooth, na Irlanda, é o mais recente membro da Aliança Arqus


A Universidade do Minho e a Arqus dão as boas-vindas ao mais recente membro da Aliança Europeia. A Arqus conclui assim a sua estratégia de alargamento que, desde janeiro de 2022, passou pela entrada na Aliança das universidades do Minho e de Wroclaw (Polónia).

A Universidade de Maynooth, na Irlanda, juntou-se ontem à Aliança Arqus no seu esforço de "construção de uma Universidade Europeia orientada para o futuro, aberta, integrada e focada na investigação, com vista à construção de uma excelência transformadora com e para todos.", informou a Universidade do Minho em comunicado. Como membro da Arqus, "a Universidade do Minho saúda este alargamento do grupo e espera que a nossa academia possa vir desenvolver um trabalho proveitoso com o novo parceiro.", referem.


Reconhecida internacionalmente e localizada a 25 km de Dublin, a Universidade de Maynooth foi a instituição com mais desenvolvimento na Irlanda no último ano, ocupando o 1.º lugar nacional no THE Young University Rankings 2022. "A sua liderança no domínio da transformação digital e dos dados, das alterações climáticas e sustentabilidade e da integração europeia foram identificadas pela Aliança como áreas prioritárias de investigação.", pode ler-se na mesma nota de imprensa. Além disso, "ao sediar a Scholars at Risk Europe e coordenar a ajuda para estudantes e investigadores ucranianos acederem ao ensino superior irlandês, demonstrou o seu compromisso com o aumento da participação cívica e da inclusão.", acrescentam.


A Universidade de Maynooth celebrou o seu 25.º aniversário a 16 de junho de 2022. No entanto, as suas origens remetem ao Royal College of St. Patrick, fundado em 1795, sustentando-se assim num património de mais de 200 anos de experiência de ensino. Com 15.000 alunos de mais de 100 países, Maynooth possui uma oferta ampla de licenciaturas, mestrados e doutoramentos nas áreas das humanidades, ciências naturais, engenharia e ciências sociais, além de diversos programas e parcerias internacionais.


Este novo membro partilha igualmente uma vasta experiência com os oito parceiros da Arqus na prossecução de projetos colaborativos e um perfil comum como instituição altamente internacionalizada, desenvolvendo investigação de ponta e com um profundo envolvimento regional. A Universidade de Maynooth junta-se assim a mais de 320.000 estudantes, 24.000 académicos e investigadores e 17.000 profissionais na missão de trabalhar na transformação do ensino superior europeu, na investigação e na inovação através de uma cooperação profunda e de uma integração progressiva, na prossecução de um futuro equilibrado e sustentável.

Professora Dorothy Kelly (Coordenadora da Arqus Alliance e Vice-Reitora de Internacionalização da Universidade de Granada), Professor Patrick McCole (Vice-Presidente Internacional da Maynooth University), Professora Eeva Leinonen (Presidente da Maynooth University), Fernando Galán (Arqus Executive Manager)

A Arqus conclui assim a sua estratégia de alargamento que, desde janeiro de 2022, passou pela entrada na Aliança das universidades do Minho e de Wroclaw (Polónia). "A incorporação de novos membros visa reforçar a natureza pan-europeia da Arqus e promover um impacto sistémico inclusivo, com base no valor acrescentado trazido por instituições de perfil semelhante, mas oriundas de novas esferas geográficas, culturais e linguísticas."

De acordo com nota de imprensa da UMinho, "A Arqus vê a entrada da Universidade de Maynooth como muito promissora para esta nova fase da Aliança, seguindo um provérbio irlandês que sugere – "Ní neart go cur le chéile" – que "Há força na unidade" ou que "Juntos somos melhores".




0 comentário

Comments


bottom of page