top of page

Peneda Gerês TV

Multimédia e Comunicação

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram

Pub

Universidade do Minho participa no Fantasporto com documentário e curta-metragem



A Universidade do Minho participa pelo décimo ano no Fantasporto – Festival Internacional de Cinema do Porto, cuja 43ª edição decorre de 24 de fevereiro e 4 de março, no histórico Cinema Batalha. Este é um dos principais festivais do género no mundo e o programa prevê 95 filmes de 30 países, a maioria em antestreia.

O documentário “Sequioso de Vida: Victor de Sá”, realizado por Martin Dale, professor do Instituto de Ciências Sociais da UMinho, está entre os dez candidatos ao “Prémio Cinema Português – Melhor Filme”.

A película de 30 minutos retrata Victor de Sá (1921-2004), defensor da democracia, da cultura e precursor da moderna historiografia portuguesa. A obra foi produzida no âmbito do Conselho Cultural da UMinho, com curadoria científica da professora Fátima Moura Ferreira e imagem de Diogo Costa. Vai ser exibida a 1 de março, às 17h30, na sala 2 do Batalha. Duas horas antes, Martin Dale apresenta também no evento a palestra “The future of theatrical and independent cinema”, inserida no ciclo “Falar de cinema - The Movie Talks”.

Já a curta-metragem “The Space in Between”, de Joana Dantas, da licenciatura em Ciências da Comunicação da UMinho, vai ser exibida na véspera, 28 de fevereiro, às 17h00, também na sala 2 do Batalha. A obra, que explora o desejo de regressar a casa, venceu em janeiro o festival "6.º Curtas CC", na rubrica Ficção/Experimental, e representa agora a UMinho na corrida ao “Prémio Cinema Português – Melhor Filme (Escolas de Cinema)”, que é também disputado pelas universidades Católica do Porto e Lusófona de Lisboa, pela Escola Superior de Media, Artes e Design (ESMAD), pela Escola Superior Artística do Porto e pela Escola Artística Soares dos Reis.


Esta categoria do Fantasporto quer incentivar a melhoria da produção nacional e a acessibilidade dos estudantes de cinema e cineastas ao mundo profissional. “Nos últimos anos, a UMinho tem conseguido uma maior visibilidade para os filmes dos alunos de licenciatura e mestrado em Ciências da Comunicação, sendo por três vezes a Melhor Escola de Cinema do festival ‘Bragacine’, duas vezes finalista dos ‘Prémios Sophia Estudante’ e beneficiando de um apoio trienal do Instituto de Cinema e Audiovisual”, referem os professores Martin Dale e Pedro Portela, citados em nota de imprensa da Universidade do Minho.



0 comentário

Comments


bottom of page